Roger elogia atuação na segunda etapa e fala sobre escolha por Thiago Santos: “Se mostrou válida”

Treinador deixou Bitello no banco, para ter Thiago Santos e Villasanti como dupla de volantes.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
FUTEBOL/CAMPEONATO BRASILEIRO 2022 /GREMIO X SPORT - ESPORTES - Lance da partida entre Gremio e Sport disputada na noite desta segunda-feira, no Arena Pernambuco, no Recife, em partida valida pela Campeonato Brasileiro 2022. FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

O Grêmio empatou mais uma partida fora de casa na Série B. Pela competição, são 7 jogos como visitante e 5 empates conquistados. Desta vez, somou um ponto jogando contra o Sport Recife, em Pernambuco, com as duas equipes produzindo poucas oportunidades de gol.

O técnico Roger Machado falou em entrevista coletiva após a partida, e explicou a manutenção de Thiago Santos no time titular, para a saída de Bitello: “Se mostrou válida, pra fazermos um primeiro tempo um pouco mais sólido. Também para conseguirmos liberar um pouco mais os homens de frente. A estratégia se mostrou eficiente. Criamos bastante, tivemos melhores oportunidades“.

Segundo o comandante gremista, a frustração com e empate foi resultado das chances criadas, principalmente na segunda etapa: “A frustração se dá por termos concluído bastante, pecamos na qualidade das conclusões. Acho que foi um bom jogo, para a formação jogando fora de casa, com dois tempos distintos“.

As maiores críticas envolvendo a atuação gremista na noite de ontem (13) tem relação com a escalação e postura da equipe no primeiro tempo. “A estratégia foi muito bem executada, nos dois tempos. No primeiro tempo, fomos mais resguardados. No segundo tempo, criamos o suficiente para vencer“, segundo Roger Machado.

Elias, que entrou na segunda etapa, perdeu a principal chance de gol do Grêmio no jogo. Atacante saiu cara a cara com o goleiro Mailson, do Sport, e finalizou nas mãos do arqueiro adversário. Sobre os problemas para finalizar as jogadas, o treinador tricolor reforçou que trabalha o fundamento durante a semana:  “São as escolhas que o atleta tem. Trabalhos durante a semana para que o atleta consiga tomar as melhores decisões.”

Roger inclusive citou a possibilidade do problema não ser técnico, e sim emocional, pela pressão pelos resultados e por entrar no G-4: “Precisamos trabalhar esse momento com frequência. Na hora do jogo, tem outros fatores, inclusive o emocional“.

Tricolor volta a campo no sábado (18), quando recebe o Sampaio Corrêa na Arena, às 11 horas da manhã.

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio e Sport empatam sem gols na briga por vaga no G4 da Série B
Bruno Alves testa negativo para COVID-19 e deve jogar contra o Sampaio Corrêa
Deixe seu comentário