Presidente do Juventude se posiciona contra o retorno do futebol

Fábio Pizzamiglio aprova decisão da CBF

Foto: Gabriel Tadiotto/E.C.Juventude

O Juventude, juntamente com os demais clubes gaúchos envolvidos em competições nacionais, teve seus jogos adiados por um período de 20 dias. A decisão foi tomada pela CBF no início da tarde desta terça-feira, devido às enchentes que assolam o Rio Grande do Sul.

A medida foi bem recebida pela equipe de Caxias do Sul. Segundo o presidente Fábio Pizzamiglio, o foco no momento não deve ser o futebol. Ele destacou que o retorno após o dia 27 de maio é necessário, dada a improvável mudança de cenário entre esta semana e a próxima.

“De minha parte não há clima nenhum. Temos que ter empatia também. Não é porque o Juventude consegue treinar que os outros podem. A gente não pode fechar os olhos para o que está acontecendo aqui. Temos que focar em todos. Talvez não seja necessário o prazo que a gente está solicitando para a CBF, talvez seja necessário um pouco menos, mas eu sei que nessa semana e na próxima é muito difícil de que aconteça alguma coisa”.

Com uma perspectiva de melhoria a curto prazo difícil de vislumbrar, a CBF optou por adiar os jogos dos clubes gaúchos em todas as competições nacionais até o dia 27 de maio. Isso significa que o alviverde terá seis partidas adiadas devido à tragédia. Na tarde do último sábado o Juventude retomou os treinamentos no Alfredo Jaconi. As atividades não estavam sendo realizadas por questões de segurança.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Juventude

Compartilhe esta notícia:

Inter Encontra Dificuldades e Fica no Empate contra o Juventude em Semifinal Tensa
Deixe seu comentário

No Ar: Dupla em Debate - Prorrogação