Na primeira partida da final do Gauchão, Grêmio empata em 0 a 0 com o Juventude na Serra

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O primeiro jogo entre Grêmio e Juventude pelas finais do Campeonato Gaúcho  terminou empatado em 0 a 0 neste sábado (30). Mesmo com o placar zerado, o jogo foi movimentado no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha.

Empurrado por seu torcedor, o time da casa foi mais enérgico. Mas a equipe de Renato Portaluppi soube ser estratégica e segurou o resultado que levará a decisão para a Arena no próximo sábado (06), também às 16h30min. Quem vencer na semana que vem, comemorará o título. Em caso de novo empate, o título será definido nos pênaltis.

O jogo

O Tricolor entrou em campo no Estádio Alfredo Jaconi, para enfrentar o Juventude, na partida de ida pelas finais do Estadual. O placar ficou zerado e a decisão acontece na Arena, no próximo final de semana.

A partida iniciou equilibrada, com ambas as equipes tentando imprimir seu ritmo de jogo. O Tricolor chegou bem logo aos 2 minutos, com um cruzamento de Pavón, mas a bola passou em frente a meta e saiu pela linha de fundo.

Já o Juventude teve uma chance em escanteio, com uma cobrança fechada no primeiro poste, em que Rodrigo Sam desviou de cabeça, mandando por cima. Logo na sequência, foi a vez de Gilberto bater rasteiro de fora da área – Caíque defendeu e a zaga completou afastando.

Os minutos iniciais foram de um jogo truncado, sem chances muito claras. Com 12’ jogados, Gustavo Nunes foi acionado no campo de ataque, mas a arbitragem assinalou impedimento do jogador e o lance acabou anulado.

O Grêmio teve uma falta da intermediária, passados 28’, em que Cristaldo colocou na segunda trave, a defesa afastou, mas na sobra Pavón arriscou de longe – a bola saiu com perigo à esquerda do gol. Logo depois, aos 30’, Diego Souza dominava a bola quase na risca da grande área, quando o goleiro adversário tirou de soco, com a mão fora da marcação, mas nada foi marcado.

Já a equipe da Serra também ameaçou e cinco minutos depois chegou com Gilberto que finalizou da entrada da área, para boa defesa de Caíque.

Na reta final, aos 40’, Pavón foi acionado, tirou três marcadores e chutou colocado, mas a bola acabou saindo à direita do gol, em grande jogada criada pelo Tricolor. Em resposta, Rildo conseguiu recuperar a bola para o Juventude, passou pela zaga e chutou, obrigando Caíque a fazer boa defesa.

Segundo tempo

O segundo tempo começou com os donos da casa chegando ao ataque: Rildo arriscou da entrada da área, limpando a marcação e finalizando a gol. Caíque segurou. Na sequência, Gilberto arrematou, mas o goleiro gremista defendeu mais uma vez.

O Tricolor criou algumas oportunidades seguidas, mas uma das melhores em cobrança de falta: F. Cristaldo, aos 12 minutos, mandou em direção a meta, mas o arqueiro adversário defendeu. Outra chance tricolor aconteceu aos 30’, quando Pavón cobrou uma nova falta, mandando direto, obrigando boa defesa do goleiro Gabriel.

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

André Henrique sofre grave lesão e pode desfalcar o Grêmio por três meses
Jogando na altitude de La Paz, Grêmio perde por 2 a 0 para o The Strongest pela Libertadores
Deixe seu comentário

No Ar: Boteco Grenal