Grenal na História: Clássico 435

Na ocasião, David marcou 1 de seus 2 gols pelo Colorado

Foto: Ricardo Duarte / Inter

Marcado originalmente para o dia 26 de fevereiro de 2022, o clássico Grenal 435 foi disputado apenas no dia 9 de março do mesmo ano. A partida foi adiada por conta do ataque contra o ônibus gremista, no qual uma pedra foi atirada contra uma janela, que se quebrou, fazendo com que estilhaços atingissem o atleta Mathias Villasanti.

Imbróglios resolvidos, os treinadores Alexander Medina e Roger Machado escalaram suas equipes. Medina precisava mostrar resultado após a vexatória eliminação para o Globo, do Rio Grande do Norte, na Copa do Brasil. Para isso, o uruguaio colocou em campo o que tinha de melhor: Daniel no gol; Fabricio Bustos, Kaique Rocha, Cuesta e Moisés na linha defensiva; Gabriel, Liziero, Edenílson, Taison e Maurício em um preenchido meio de campo; David isolado no ataque.

Já Roger tinha a incumbência de juntar os cacos tricolores após o rebaixamento de 2021. Com isso, o ídolo gremista tinha peças escassas para montar seu time. Portanto, escalou: Brenno na meta; Orejuela, Geromel, Bruno Alves e Nicolas na defesa; Thiago Santos, Villasanti, Campaz, Janderson e Rildo formando a meia cancha; Elias Manoel no comando dos ataques.

Após o trilar do apito de Leandro Vuaden, aparentava ser o início de um jogo de dominância absoluta colorada, com Brenno sendo muito exigido em chutes vindos de todos os cantos. A primeira chance tricolor efetiva veio aos 30 minutos, com falta cobrada por Nícolas, batendo na trave após desvio de cabeça de Bruno Alves.

A balança equiulibrou-se até os últimos minutos da primeira etapa, quando David recebeu bola cruzada baixa na área e aproveitou, encobrindo o arqueiro gremista em um chute mascado. Logo após, Vuaden encerrou os primeiros 45 minutos.

No segundo tempo, Roger fez trocas que surtiram efeito, permitindo ao tricolor reagir e lutar pelo empate, mas a defesa colorada manteve-se sólida e garantiu a vitória colorada.

Com esta vitória, o colorado chegou a 18 pontos, indo para a 3ª colocação do Campeonato Gaucho, que seria vencido pelo Grêmio, batendo o Caxias na final.

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Relembre as saídas tricolores na janela de verão
Após desconforto muscular, Mayk não deve ter problemas para enfrentar o Caxias
Deixe seu comentário

No Ar: Café Com Futebol