Grêmio vence o Brasil de Pelotas por 2 a 0 e está na semifinal do Gauchão

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio venceu o Brasil de Pelotas por 2 a 0 na noite deste domingo (10) e está na semifinal do Campeonato Gaúcho. Os gols da partida, realizada na Arena, em Porto Alegre, foram marcados por Cristaldo e Diego Costa. No próximo sábado (16), em horário ainda a ser confirmado, o Tricolor disputa com o Caxias o primeiro jogo das semifinais.

Por ter melhor campanha, a equipe comandada por Renato Portaluppi decide a vaga para as finais do torneio em casa. O confronto foi adiado e ainda não teve a nova data informada.

Primeiro tempo

Logo nos primeiros minutos de jogo, o Grêmio mostrou superioridade em segurar a posse de bola e buscar a criação de jogadas. Mesmo com a vantagem do empate pelo regulamento da competição, o time comandado pelo técnico Renato Portaluppi apostou na ofensividade para empurrar o adversário até suas últimas linhas de defesa.

Com seis minutos de jogo, com pressão gremista, o lateral João Pedro acabou se chocando com o volante Augusto Recife. O adversário reclamou pedindo cartão amarelo, mas como ficou só com a falta, acabou reclamando, caindo novamente no chão, solicitando atendimento e ficando quase cinco minutos segurando o jogo parado.

Nos primeiros 15 minutos de partida, o adversário não chegou na área do goleiro gremista e precisou de muito esforço para evitar as investidas de Pavon, Gustavo Nunes e Diego Costa, que ganhou marcação especial durante a partida.

Aos 19 minutos, Cristaldo soltou um forte chute da entrada da área obrigando o goleiro do Brasil-Pel a fazer uma difícil defesa, mas espalmando a bola para o lado esquerdo. Gustavo Nunes chegou na pequena área para conferir o rebote, tocou e a bola quase chegou sobre a linha, quando o defensor do Brasil conseguiu evitar o gol gremista.

Com 32 minutos de jogo, Diego Costa recebeu na frente da área, mais para o lado esquerdo e tentou o tabelamento, mas sofreu falta. Cristaldo cobrou direto para o gol e quase surpreendeu o goleiro Gabriel.

Outra boa chegada com finalização no gol aconteceu aos 37 minutos. Muito toque de bola, inversão no lado de campo e Pavon quase anotou um golaço após receber dentro da área, mas o chute de primeira acabou saindo por sobre o gol.

O lance mais polêmico do primeiro tempo aconteceu aos 42 minutos, quando Diego Costa foi derrubado na área, mas o árbitro da partida não deu o pênalti. Na sequência, o Tricolor recuperou a bola e Diego tocou para o fundo das redes. No entanto, o auxiliar apontou impedimento que foi confirmado pelo VAR.

Muita pressão, chegadas, posse de bola e o gol do Grêmio era questão de tempo. Se não estava funcionando o sistema para entrar na área adversária, a solução foi arriscar de fora. Aos 45 minutos, Franco Cristaldo recebeu de Mayk, girou na marcação e colocou a bola no ângulo, marcando um golaço e abrindo merecidamente o marcador para o Tricolor. 1 a 0 na reta final da etapa inicial.

Segundo tempo

Na volta para o segundo tempo, o técnico Renato Portaluppi não alterou o time. O Brasil-Pel efetuou uma troca com Vini Charopem na vaga de Tinga.

Com três minutos da etapa final Cristaldo foi derrubado perto da área, a bola sobrou para Gustavo Nunes marcar livre na área, mas o árbitro da partida não deu a vantagem e anulou o ataque gremista anotando a falta. Na cobrança, Diego Costa acertou a bola de cabeça, mas ela saiu sobre o gol.

Mais pressão gremista na partida e o Tricolor montou uma variedade de finalizações. Gustavo Nunes pela esquerda aos 10 minutos, Diego Costa já havia arrematado em duas oportunidades. Villasanti roubando bolas na frente da área e servindo Cristaldo, Pepê e Pavon. O goleiro gremista Caíque teve sua primeira participação na etapa final somente aos 13 minutos, quando precisou apenas repor a bola em jogo que tinha sido adiantada sem perigo pelo adversário.

Com 13 minutos o primeiro cartão amarelo da partida com Pedro Santos que cometeu falta em Gustavo Nunes. O atacante gremista tirou o adversário para dançar, tocou a bola entre as pernas e sofreu a falta. Na cobrança, Gustavo recebeu na esquerda em batida rápida e tocou para Geromel no centro da área, mas o zagueiro concluiu para fora.

Precisando do resultado, o Brasil-Pel precisou sair para o jogo e forçou jogadas pelo meio. Pepê acabou cometendo a falta e recebendo cartão amarelo. No lance seguinte, foi substituído para entrada de Du Queiroz.

O segundo gol gremista também era questão de tempo. Muitas bolas roubadas na saída do adversário e uma pressão absurda do Tricolor. Aos 23 minutos, A zaga não conseguiu afastar a investida e Diego Costa apareceu para chutar forte na entrada da pequena área e marcar o segundo gol na partida. 2 a 0 e a vaga muito bem encaminhada para mais uma fase semifinal do Campeonato Gaúcho.

A alteração no adversário surtiu um certo efeito. Maicky arriscou de fora da área e acertou o travessão de Caíque aos 28 minutos, no lance mais perigoso do Brasil na partida.

Renato Portaluppi efetuou três modificações aos 30 minutos. Mayk sentiu dores e deixou o gramado para entrada de Wesley Costa. Na oportunidade, André Henrique entrou na vaga de Pavon e João Pedro Galvão substituiu Diego Costa.

Aos 38 minutos, o Grêmio ficou em vantagem no número de jogadores. Gustavo Nunes tomou a vantagem sobre o marcador, que na dividida soltou o cotovelo no rosto do jogador gremista. O arbitro da partida foi pressionado pela equipe do Grêmio e foi revisar o lance no VAR. Com a imagem, confirmou a cotovelada e voltou com o cartão vermelho para expulsar o zagueiro Bruno Reis.

Logo depois aos 38 minutos, a última troca do Tricolor com a entrada de Dodi na vaga do zagueiro Kannemann.

Aos 43 minutos, Wesley Costa fez ótima jogada pela esquerda e tocou para o meio da área acionando Du Queiroz, mas o chute acabou saindo.

Ficha técnica

  • Grêmio: Caíque, João Pedro, Pedro Geromel, Kannemann (Dodi), Mayk (Wesley Costa), Villasanti, Pepê (Du Queiroz), Cristaldo, Pavón (André), Gustavo Nunes e Diego Costa (João Pedro Galvão). Técnico: Renato Portaluppi.
  • Brasil de Pelotas: Gabriel Oliveira, Gabriel Biteco (Yander), Zé Pedro, Adriel, Bruno Reis (Mário Henrique), Pedro Santos (Maicky), Anderson Recife, Marcinho (Jeferson), Tinga (Vini Charopem) e JP Bardales (Robinho). Técnico: Fabiano Daitx.
  • Arbitragem: Jonathan Benkenstein Pinheiro, auxiliado por Michael Stanislau e Juarez de Mello Junior. VAR: Daniel Nobre Bins. Quarto árbitro: Andressa Hartmann.

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Após classificação para a semifinal do Gauchão, Renato volta a criticar a imprensa e pede reforços para janela de julho
Grêmio vence o Brasil de Pelotas por 2 a 0 e está na semifinal do Gauchão
Deixe seu comentário

No Ar: Café Com Futebol