Volta antecipada de Juninho Capixaba não é considerada pelo Grêmio para suprir lateral-esquerda

Lateral está emprestado ao Bahia

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

A saída antecipada de Caio Henrique abriu uma brecha na lateral-esquerda do Grêmio. Com apenas a alternativa de Bruno Cortez, neste momento, o clube avalia, de forma cautelosa, opções para garantir novas opções ao técnico Renato Portaluppi. Mas uma possibilidade já é praticamente descartada: o retorno de Juninho Capixaba, emprestado pelo tricolor ao Bahia.

Entre as análises do departamento de futebol e comissão técnica, o clube estabelece critérios, como o de não ter gastos em uma possível. Nesse cenário, um negócio de ocasião parece com uma solução mais viável. Mas o clube também dá preferência em repor a posição com jogadores da base. O nome de Guilherme Guedes é o mais cogitado para compor a posição.

Na garimpagem por soluções, a volta de Juninho Capixaba não é considerada pela direção do Grêmio, conforme apurou a reportagem da Rádio Grenal. O lateral, que pertence ao tricolor, está emprestado ao Bahia até o final desta temporada. Mas o pedido de retomada antecipada deste jogador não é analisada neste momento.

Na última semana, o tricolor confirmou a saída de Caio Henrique. Através de nota, o clube explicou que a pedido do técnico Diego Simeone, o jogador estava retornando para a Espanha. Uma cláusula em contrato previa tal possibilidade, mesmo que o vínculo com o Grêmio estivesse acertado até o final de 2020. Desde sua chegada, foram apenas cinco jogos, dois como reserva e três com titular.

Solução caseira

Com a crise em meio à paralisação do futebol, a busca por um nome no mercado se mostra como um cenário distante. Com a saída de Caio Henrique, Bruno Cortez, então titular da posição, passa a ser a única peça do elenco profissional. Mas a posição deverá ganhar o incremento de reforços da base e a solução para a lateral-esquerda pode estar “em casa”.

O Diretor adjunto da base, Luiz Ferrari Jr., rasgou elogios aos candidatos de reposição Guilherme Guedes, nome mais semelhante às características do próprio Caio Henrique, e Matheus Nunes.

“Não sei se o Grêmio vai contratar um lateral esquerdo, mas posso dizer que o Guilherme Guedes, em características, é muito parecido com o Caio Henrique. Ele (Matheus Nunes) tem muita persistência. Passou pela concorrência com vários bons laterais. Ele está abaixo do Guilherme Guedes, mas tem condições de crescer e ter espaço no profissional”, disse o dirigente à Rádio Grenal.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Victor Cuesta doa 20% de receitas com linha especial de bonés para o combate do novo coronavírus
Jogadores do Inter tem treino com foco na finalizações
Deixe seu comentário