Vitória da zaga


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

O sistema defensivo do Grêmio, tão contestado pela torcida e por alguns dirigentes, certamente foi o destaque do time na vitória diante do Flamengo na Arena na tarde de hoje (22) pela segunda rodada do campeonato brasileiro.

Sem sofrer gols e mais uma vez não permitindo gols pelo alto, a defesa através do zagueiro Fred, foi responsável pelo único gol da partida e garantiu a primeira vitória do tricolor no campeonato brasileiro. Com quatro pontos, o Grêmio é o sétimo colocado com a mesma pontuação do líder Santa Cruz.

 

Primeiro Tempo

 

Desde o primeiro minuto de jogo, ambas as equipes se posicionaram muito bem, tanto nas movimentações de ataque quanto de defesa. Com leve superioridade, o Flamengo comandou os primeiros dez minutos de partida. Mesmo sem ser agudo o suficiente ao ponto de marcar algum gol ao seu favor os cariocas conseguiram amarrar o tricolor, que sem opções atacava apenas na base dos chutões.

Uma das poucas vezes em que  o Grêmio chegou com força, foi em um contra ataque onde o estreante Edílson deu um passe preciso para Bolaños, que apareceu na frente do goleiro carioca, que levou a melhor e impediu o gol tricolor.

As jogadas ofensivas do Flamengo eram, em geral, pelo lado esquerdo de defesa do Grêmio em cima de Marcelo Oliveira. Os cariocas exerciam uma marcação muito alta e isso dificultava a saída de bola do time gaúcho, que tem como  característica o toque de bola.

Em uma escapada desta marcação, o Grêmio saiu pelo lado direito, aos 30′ Edílson fez um excelente cruzamento e encontrou Giuliano livre, quase na marca do pênalti, o camisa oito chutou ao forte, mas pra fora. Aos 33′ nova enfiada de bola para Giuliano, porém o goleiro Paulo Victor saiu bem e fechou o ângulo do jogador do gremista que não conseguiu dar sequência à jogada.

Logo em seguida, foi a vez do Flamengo sair com velocidade. Novamente, pelo seu lado direito de ataque, em cima de Marcelo Oliveira, um bom cruzamento encontrou Guerrero, o centro avante peruano, embora livre, cabeceou muito mal por cima do gol e sem direção nenhuma. Menos de um minuto depois, o grêmio respondeu pelo lado direito de ataque, cruzamento para Bobô, que chutou prensado e quase marcou.

Aos 41′ Edílson pegou rebote após cobrança de escanteio. O lateral chutou despretensiosamente, a bola desviou em Cuéllar e passou muito perto da trave do goleiro flamenguista.  A primeira etapa da partida chegou ao final sem que nenhum dos time abrisse o placar.

 

Segundo tempo

 

O segundo tempo começou um pouco diferente. Bobô deixou o campo para entrada de Éwerton, com isso Bolaños passou a atuar mais na frente. Roger adiantou a marcação e fez uma blitz. Antes dos quatro minutos, em uma bela troca de passes, Luan apareceu frente a frente com Paulo Victor, o goleiro fez grande defesa. Em seguida, aos 5′, foi a vez de Éwerton receber em condições de marcar. Novamente, o goleiro afastou para escanteio.

A blitz tricolor deu certo, aos 7′ uma cobrança de falta perigosa a bola desviou na zaga rubro-negra e originou escanteio. Na cobrança perfeita de Luan, o zagueiro Fred subiu alto e cabeceou forte, desta vez, sem chances para Paulo Victor. Estava aberto o marcador a favor do Grêmio.

Após o gol, o time do Grêmio recuou um pouco para tentar sair nos contra ataques. Os cariocas aproveitaram a medida, e começaram a gostar do jogo.  Com mais posse de bola, as tentativas cariocas eram diversas, porém ineficazes. Sem posse de bola, porém com o jogo sob controle, o Grêmio passou a ser mais perigoso nos contra ataques.

Sem muitas alternativas e precisando ficar com a posse de bola para vencer a partida, o técnico Roger Machado tirou Miller Bolaños e colocou Douglas em campo.O Flamengo seguiu em busca do empate e com mais imposição no campo ofensivo tentava na bola aérea, a defesa tricolor que já tinha sido melhor neste quesito contra o Corinthians  seguiu firme.

Aos 42′, o Grêmio escapou em um contra ataque pelo lado direito de ataque, Pedro Rocha recebeu a bola e chutou na trave, no rebote Walace desequilibrado chutou para fora. O Flamengo não desistiu, e aos trancos e barrancos, Alan Patrick chegou pelo lado esquerdo, Marcelo Grohe falhou e a bola tocou na trave e correu pra dentro da área, nenhum jogador tocou na bola para empatar o jogo. O árbitro apontou o final da partida aos 49′ e a vitória tricolor foi selada.

 

Ficha técnica

 

GRÊMIO 1 X 0 FLAMENGO

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data/Hora: 22/5/2015, às 16h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Anderson de Moraes Coelho (SP)
Cartões amarelos: Luan, Fred, Maicon (GRE); Guerrero, Everton (FLA)

Gol: Fred, 8’/2ºT (1-0)

GRÊMIO:
Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Fred e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano (Pedro Rocha, 29’/2ºT), Luan e Bolaños (Douglas, 37’/2ºT); Bobô (Everton, intervalo). Técnico: Roger

FLAMENGO:
Paulo Victor; Rodinei, Juan, Léo Duarte e Jorge; Cuellar (Willian Arão, 32’/2ºT), Márcio Araujo e Alan Patrick; Éverton (Ederson, 25’/2ºT), Gabriel (Marcelo Cirino, 25’/2ºT) e Guerrero. Técnico: Jayme de Almeida

Dono da Bola Coca Cola: Fred

 

Comentários