Visando jogo decisivo pela Liberadores nesta quinta, o Grêmio trabalhou com grupo completo

Na tarde chuvosa desta terça-feira (23), no CT Luiz Carvalho, em Porto Alegre, o plantel gremista realizou o penúltimo treinamento antes do primeiro duelo contra o Libertad, na quinta (25), na Arena, válido pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América.

A primeira parte do trabalho foi com os portões fechados à imprensa. Quando o acesso foi permitido, por volta das 16h15min, os jogadores, divididos em três times com oito atletas de linha, participavam de um treino técnico, em campo reduzido e limites de toques na bola. Maicon fazia o papel de coringa, atuando para o time que tivesse a posse.

Com exceção de Marcelo Oliveira, Michel e Vizeu, que seguem em recuperação no Departamento Médico, o técnico Renato Portaluppi terá todos os jogadores a sua disposição para o duelo diante dos paraguaios.

Após o treino, o atacante André concedeu entrevista coletiva projetando o confronto decisivo de quinta.

Mãe e filho

Após o episódio ocorrido no último sábado (20), mãe e filho, que foram alvo de violência ao fim do clássico Grenal, no estádio Beira-Rio, foram recebidos pelo elenco de jogadores do Grêmio nas dependências do CT Luiz Carvalho.

Pelas redes sociais, jogadores de ambos os lados, criaram uma mobilização para encontrar o menino, que deixou as arquibancadas aos prantos, ao ver a mãe hostilizada logo após balançar uma camiseta do Grêmio em um dos setores do estádio.

O encontro com jogadores do elenco tricolor ocorreu nesta tarde. Os atletas presentearam o garoto com diversas camisetas. Bernardo também recebeu uma camisa exclusiva com seu nome.

 

Voltar Todas de Esporte

Compartilhe esta notícia:

Como centroavante, André sabe da cobrança por gols e promete: “O gol vai sair na hora certa”
Já em Montevidéu, a delegação do Inter treinou para o jogo desta quarta contra o Nacional na Libertadores
Deixe seu comentário