Vice do Grêmio sobre Éverton jogar o clássico: “Pode ser a despedida dele com a camisa do Grêmio”

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em entrevista à Radio Grenal na manhã desta quarta-feira, o vice do Grêmio, Cláudio Oderich, conversou com a Rádio Grenal e falou sobre suas expectativas para o clássico 426.

Oderich destacou a escolha da arbitragem e confirmou que o tricolor não gostou do nome de Leandro Vuadem para comandar a partida: “Claro que os gremistas não gostaram. Que ele consulte o VAR. Coisa que não foi feita na final contra o Caxias no lance do Cebolinha. A estatística dele é péssima para o Grêmio e ótima para o Inter“. Mas apesar da escolha não ter agradado, o dirigente deixou claro o que espera da partida: “Espero que eles tenham uma excelente jornada. Espero que o resultado não passe pelas questões de arbitragem”.

Oderich também falou sobre a situação de Éverton, que está sendo negociado com o Benfica, e corre o risco de, se o negócio for fechado ainda nesta quarta, nem entrar em campo. “Pode ser sim a despedida dele com a camisa do Grêmio. O negócio está em andamento, mas não concretizado. Esperamos que ele jogue por ele, pelos seus companheiros, pelo clube e por nós torcedores” disse sobre ser o último jogo de Everton. Mas apesar das dúvidas, o vice gremista se mostrou esperançoso: “Nós como gremistas queremos que o Everton jogue hoje, faça uma grande partida e que faça um gol”.

Por fim, o dirigente comentou o julgamento de D’Alessandro, que foi punido com dois jogos de suspensão, após a confusão no fim do último Grenal, e que está fora do de hoje: “Entendo que até o D’Alessandro deveria estar disponível para o clássico Grenal. As vezes o jogador está de cabeça quente. Sempre gosto de enfrentar o time completo. Porém, não é a primeira vez dele, né?”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio vai em busca de mais uma vitória para manter hegemonia no clássico Grenal
Os desfalques na equipe de Renato Portaluppi que disputará o clássico 426
Deixe seu comentário