Vice de Comunicação do Orlando City dá detalhes sobre o novo modelo de campeonato nos EUA

Competição vai reiniciar no dia 8 de julho

Foto: (Divulgação//Orlando City)

Buscando alternativas para o retorno do futebol em meio à pandemia, a Major League Soccer (MLS), principal campeonato de futebol dos Estados Unidos, adotou um novo modelo para o que o torneio pudesse ser realizado. Seguindo o formato de Copa do Mundo, o primeiro jogo está agendado para o dia 8 de julho e as equipes ficarão concentradas no complexo da Disney, na Flórida. Em entrevista à Rádio Grenal, o vice de comunicação do Orlando City Diogo Kotscho, deu mais detalhes do formato.

“Estamos organizando um campeonato no formato da Copa do Mundo. Todos os times vão ficar no mesmo hotel neste complexo. Não vai haver contato nenhum. Todas as pessoas e os times que forem para essa ‘bolha’ ficarão estes 45 dias de competição. É como se fosse uma Copa do Mundo mesmo, os times vão ficar concentrados e jogando. Todo mundo que estiver lá vai ser testado de dois em dois dias. Essas pessoas não vão ter contato externo com ninguém”, explicou o Diogo Kotscho.

O novo formato de disputa foi sorteado na última semana. O sistema é parecido com o de uma Copa do Mundo com os 26 clubes foram divididos em seis chaves. A chave A conta com seis equipes e os outros grupos possuem quatro clubes. Classificam-se para as oitavas de final os dois primeiros colocados de cada chave, além dos quatro melhores classificados entre os terceiros colocados. A partir da segunda fase, o torneio será eliminatório até conhecer-se o campeão da MLS 2020.

O primeiro jogo está agendado para o dia 8 de julho e a previsão é que o torneio encerre no dia 11 de agosto. Para que as partidas possam ocorrer, as equipes ficarão hospedadas, treinarão e farão suas partidas no ESPN Wide World of Sports Complex, no Walt Disney World Resort, em Orlando, na Flórida.

Brasileiro aprova novo modelo de campeonato nos EUA

Um dos brasileiros que atua no futebol dos EUA é Antonio Carlos, zagueiro que está emprestado pelo Palmeiras ao Orlando City. O defensor “Foi uma maneira viável que os dirigentes da MLS encontraram para ter campeonato nesta temporada. Confesso que estávamos preocupados de não termos mais jogos neste ano. Ainda estão nos passando como será a sistemática e a rotina. Mas, acho que será algo legal. Eu aprovei. Será rápido, intenso e atraente num sistema parecido com o da Copa do Mundo”, opinou o camisa 25.

O Orlando City é o cabeça de chave do grupo A. Junto com os “donos da casa” estão ainda no grupo as seguintes equipes: Miami, New York FC, Philadelphia Union, Chicago Fire e Nashville. Desde o início de maio, o Orlando City retomou os seus treinos com todos os cuidados possíveis para manter a integridade dos atletas e funcionários. “Agora que foi definido a formula de disputa estamos treinando focados com o intuito de fazer uma bela competição e, quem sabe, brigarmos até pelo título. Acredito num campeonato muito equilibrado, pois cada jogo será decisivo”, concluiu Antonio Carlos.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Futebol

Compartilhe esta notícia:

FERJ encaminha retorno do Campeonato Carioca
Futebol brasileiro volta nesta quinta-feira com partida entre Bangu e Flamengo; acompanhe a transmissão na Rádio Grenal
Deixe seu comentário