Vantagem, favoritismo e arbitragem: em entrevista à Rádio Grenal, presidente do Grêmio projeta partida contra São Paulo

Presidente gremista falou sobre a arbitragem que será comandada pelo árbitro Bruno Arleu de Araujo

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Poucas horas antes da grande decisão, valendo uma vaga na final da Copa do Brasil, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., conversou com a Rádio Grenal e projetou a partida contra o São Paulo, que acontece nesta noite, às 21h30, no estádio Morumbi. No jogo de ida, na Arena, vitória do tricolor gaúcho por 1 a 0 e uma vantagem conquistada para o jogo da volta. No entanto, segundo o mandatário gremista, essa vantagem fica pequena, perto do adversário e do contexto em que as duas equipes chegam para a partida:

“Nossa vantagem é muito pequena frente ao tamanho do adversário. O adversário foi ficando no caminho em diversas competições, ficou em uma situação de poder trabalhar tranquilamente somente pro Campeonato Brasileiro e pra Copa do Brasil, então teve tempo para fazer todo o processo de preparação para a partida. É um time que está muito mais preparado por não ter enfrentado praticamente o que nós enfrentamos neste ano. O Grêmio tem jogado direto, e isso nos dá uma diferença enorme. Então, levando em conta isso, a vantagem que nós temos é pequeníssima porque o adversário é poderoso“, reforçou Romildo.

O presidente gremista também falou sobre a arbitragem da partida, que será comandada pelo árbitro Bruno Arleu de Araujo. Nesta terça-feira (29), o centroavante do Grêmio, Diego Souza, falou sobre essa questão e pediu atenção nas decisões do time de arbitragem em relação ao São Paulo, já que o tricolor gaúcho já possui um histórico de reclamações da arbitragem em confrontos com o tricolor paulista. Como por exemplo, quando o São Paulo foi à CBF pedir uma mudança na escala do VAR para uma partida contra o Grêmio, pelo Brasileirão, e foi atendido. Naquele mesmo jogo, dois lances foram contestados pelos gremistas,que chegaram a pedir a anulação da partida.

“Essa preocupação de ter um cuidado em relação a arbitragem, todo mundo tem. Mas o que tem aqui é uma situação pregressa, uma situação anterior, que foi desastrosa no ponto de vista da comunicação, do ponto de vista político, do ponto de vista da comissão de arbitragem da CBF que recebeu dirigentes do São Paulo naquele jogo do Campeonato Brasileiro e fazer a troca de arbitragem e a arbitragem ter sido desastrosa. Isso sim, é um fato que por mais que se justifique tecnicamente e por mais que tenham explicações para serem dadas, a forma como foi feita e o resultado de tudo isso, deixou uma dúvida tremenda. Mas isso é do jogo. Quando se faz uma reclamação de arbitragem, a única coisa que a gente não quer é ser operado. A gente não quer ser injustiçado por conta da arbitragem. A gente que exclusivamente a atenção com igualdade. Tem que ser uma arbitragem justa“, disse.

Sobre favoritismo, pelo mesmo motivo citado na resposta sobre a vantagem conquistada no primeiro jogo, Romildo Bolzan Jr. destacou que o único favorito para a partida de hoje é a equipe paulista: “Evidente que é o São Paulo. Eu não tenho dúvidas. Há duas semanas, o São Paulo teve uma semana cheia para se preparar pro primeiro jogo. Eles chegam muito melhores preparados, em melhores condições. Nós jogamos Libertadores até recentemente e eles não. É um jogo duríssimo, é um jogo que o Grêmio tem essa pequena vantagem, mas se tem um favorito pro jogo, é o São Paulo“.

São Paulo e Grêmio decidem nesta quarta-feira (30) quem disputará a final da Copa do Brasil. O jogo de volta da semifinal está marcado para as 21h30 (de Brasília), no Morumbi. Para o Grêmio, um empate já o suficiente para passar de fase.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Especiais

Compartilhe esta notícia:

Saiba qual a arbitragem da partida entre São Paulo x Grêmio
São Paulo x Grêmio: escalações, arbitragem e transmissão
Deixe seu comentário