Tiago Nunes é o treinador com menos tempo de Grêmio desde Caio Júnior, em 2012

Foto: Edu Andrades / Grêmio F.B.P.A.

Neste domingo, após a derrota por 1×0 para o Atlético Goianiense dentro de casa, o Grêmio, por meio do vice de futebol Marcos Herrmann, anunciou a saída do técnico Tiago Nunes do comando tricolor. Na casamata gremista, foram 19 jogos feitos, com dez vitórias conquistadas, sendo oito delas consecutivas. Além dos triunfos, o treinador ainda teve quatro empates e cinco derrotas.

Anunciado no dia 21 de abril após a saída de Renato Portaluppi, Tiago Nunes ficou no comando do Grêmio por 74 dias, menor tempo de um treinador à frente do tricolor desde 2012, quando Caio Júnior treinou em Porto Alegre. Caio foi anunciado ao fim da temporada de 2011, mas só foi assumir o time no dia 4 de janeiro do ano seguinte, tendo a saída concretizada em 20 de fevereiro. Foram 48 dias treinando na capital gaúcha, com apenas oito partidas, sendo que perdeu quatro, empatou uma e perdeu três.

Da saída de Caio Júnior até à despedida de Tiago Nunes, cinco treinadores passaram pelo Grêmio, são eles: Vanderlei Luxemburgo (2012-13), Renato Portaluppi (2013), Enderson Moreira (2014), Felipão (2014-15), Roger Machado (2015-16) e a volta de Renato, ficando de 2016 a abril de 2021. Para substituir Tiago Nunes, o nome mais cotado é, novamente, o de Luis Felipe Scolari.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio perde para Atlético-GO e técnico Tiago Nunes é demitido após o jogo
De volta? Grêmio quer anunciar Felipão ainda nesta segunda-feira
Deixe seu comentário