Sobre adversário das oitavas da Libertadores, Renato Portaluppi dispara: “Respeitamos, mas não tememos ninguém”


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

Após o Grêmio vencer a Universidad Católica por 2 a 0 em casa e garantir a classificação às oitavas da Libertadores, o técnico Renato Portaluppi afirmou que sabia que iriam “dar a volta por cima e conseguir a classificação”. A afirmação foi feita na coletiva de imprensa pós-jogo, quando o comandante do tricolor parabenizou o grupo.

A vitória traz mais confiança já que o time perdeu para o Fluminense de virada, após sofrer um apagão, mencionado pelo técnico como “aquilo que aconteceu no domingo”. Portaluppi, no entanto, reafirma que nunca duvidou da equipe: “Sabia que iríamos dar a volta por cima e conseguir a classificação”, disse ele, que ainda comparou a “derrapada” do Grêmio com as derrotas de virada sofridas por Barcelona e Ajax, na Champions League.

Questionado sobre quem não queria confrontar nas oitavas da competição intercontinental, o comandante gremista manteve a segurança que já característica sua nas entrevistas: “Eu acho que ninguém quer pegar o Grêmio”, disparou Renato e complementou: “Nós respeitamos, mas não tememos ninguém”. O diretor de futebol do tricolor, Alberto Guerra concordou, dizendo que aguardarão o sorteio “com toda tranquilidade” e sobre a possibilidade de enfrentar o Internacional, não titubeou: “se der grenal: que venha!”, afirmou Guerra.

Michel também falou, ao lado do técnico, ressaltou que se cobrou muito após a derrota para o Flu, mas disse acreditar que, na partida desta quarta, foram inteligentes e souberam administrar o resultado. Os conselho de Renato também foram destaque, já que a bola longa para Alisson, teria sido pedido dele, conforme o atleta. Perguntado sobre a posição de preferência, em função de estar sendo improvisado na zaga, Michel foi objetivo: “Sempre que o Renato preferir, vou estar preparado. Mas o que eu mais gosto é jogar de volante”, disse ele.

Brasileirão

Sobre o próximo compromisso do tricolor, contra o Corinthians, pelo Brasileirão, no sábado (11), Renato confirmou que não contará com Jean Pyerre. O técnico explicou que conversou com a equipe médica e decidiram que o atleta para neste final de semana, para avaliar a dor no ombro. “Ele está com dificuldades até pra dormir”, esclareceu Renato. O retorno, ainda conforme o treinador, “vai depender do departamento médico”.

A ideia de Renato é não repetir o time, já que o Grêmio vem de sucessivos compromissos, enquanto o Corinthians teve a semana de folga. Segundo ele, repetindo o time. “Vai perder no cansaço, o adversário vai te atropelar”, prevê.

Copa do Brasil
A possibilidade de alteração de data para a partida contra o Juventude, pela Copa do Brasil, na quinta-feira (16), foi comentada por Alberto Guerra. Ele destacou que é uma informação recente, mas que o Grêmio “não tem interesse em modificar a data”. O motivo seriam os outros diversos jogos que a equipe terá pela frente.
Para o confronto de volta, no dia 4 de junho, o diretor de futebol do clube afirmou que provavelmente jogarão no Centenário, mas ainda não há certeza.

Comentários

>