Sem pensar em ‘plano B’, Bolzan garante luta do Grêmio para reverter pena do STJD


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

 

Se a cabeça do torcedor está só na final da Copa do Brasil, agora ganha um ingrediente a mais para apoiar o time. A pena que impota ao Grêmio após julgamento no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva pode tirar o mando de campo do Tricolor da Arena. Contudo o clube já planeja um recurso de efeito suspensivo para reverter o processo. A decisão pegou todo o clube de supresa, como avaliou o presidente Romildo Bolzan Jr.

”Fiquei muito surpreso. Uma situação que nos foi atribuída de um fato que gente não pensava que iria existir. Foi uma decisão contrária inclusive à própria denúncia da procuradoria do STJD e o que nos resta fazer nesse momento é tentar todos os procedimentos necessários para tentar jogar a final na Arena. Temos a lamentar porque a decisão nos parece absolutamente fora do contexto jurídico e principalmente nos parece uma decisão sem bom senso”, afirmou o presidente do Grêmio.

O presidente do grêmio também comentou sobre a avaliação que os juízes tiveram sobre a suposta ”invasão” de Carol Portaluppi.

”A tipicidade de invasão não existiu. Todo mundo viu que foi uma comemoração de pai e filha, uma comemoração restrita a ambos, uma comemoração que ficou restrita ao jogo, não prejudicou o jogo. Me parece que houve uma demasia na decisão. Entraremos com o recurso para ter o efeito suspensivo. Isso que nos resta a fazer enquanto clube.

Por fim, disse que o Grêmio não tem e não quer ter alternativas caso não consiga reverter a pena. O clube pensa apenas no sucesso da ação suspensiva.

”Não penso em plano B, não penso em alternativas, não penso em outra solução. Penso única e exclusivamente que vamos obter sucesso na suspensão dessa decisão e vamos jogar na Arena” concluiu.

Acompanhe a entrevista no Grenal FC:

Comentários