Sem Luan e torcida, Grêmio perde para o Vasco

A semana é de Libertadores, mas, antes, o Grêmio tinha compromisso contra o Vasco, também no Rio de Janeiro, antes de enfrentar o Botafogo. Com a chance de reduzir a distância para 4 pontos – mesmo que provisoriamente, o tricolor gaúcho foi surpreendido pelos cariocas e perdeu por 1×0 no Estádio São Januário, com portões fechados. O meia Mateus Vital marcou o único gol da partida.

O mistério da semana se desfez apenas 1 hora antes do início do confronto. Renato Portaluppi decidiu entrar em campo com força máxima. Marcelo Grohe, Edílson, Bressan, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Léo Moura e Fernandinho; Lucas Barrios foram os titulares na tarde deste sábado no Rio de Janeiro.

Técnico novo e baixa qualidade gremista

O Vasco estreou Zé Ricardo, novo técnico do clube cruzmaltino, justamente contra o Grêmio. Naturalmente, o ânimo dos atletas é maior com a chegada de um novo comandante. Sob os olhares de Luan, lesionado. e Cristian, novo reforço, os gremistas não conseguiram criar grandes oportunidades ao longo da primeira etapa. Do lado vascaíno, Nenê em conjunto com Mateus Vital levavam trabalho ao sistema defensivo do Grêmio. E foram justamente os dois que participaram do gol da partida. Nenê avançou pelo meio e achou Ramon livre na esquerda, que só precisou cruzar na direção da segunda trave, para Mateus Vital, livre, empurrar para o fundo das redes – sem chances para Grohe. Na sequência, ele mesmo quase ampliou o placar, em chute forte de fora da área, que passou muito perto da trave.

Fernandinho era quem mais buscava criar oportunidades para o empate, finalizando diversas vezes, mas em apenas uma delas acertou a meta de Martín Silva. Renato promoveu as entradas de Arroyo e Patrick, nas vagas de Barrios e Ramiro, buscando mais movimentação ofensiva. Ambos também conseguiram criar dificuldades para defesa do Vasco, mas pararam em Martín Silva. Bruno Paulista, volante do Vasco, também teve oportunidade de marcar, mas Marcelo Grohe o abafou e defendeu em dois tempos.