Secretaria de Saúde vistoria entorno do estádio Olímpico em prevenção à dengue

Foto: (Saimon Romero/SMS PMPA)

*Redação O Sul

A SMS (Secretaria Municipal de Saúde) realizou, na manhã desta quarta-feira (15), mais uma fiscalização no entorno e no interior do estádio Olímpico. Participaram um agente de fiscalização, seis agentes de combate a endemias e seis funcionários terceirizados.

O gerente da Unidade de Vigilância Ambiental da SMS, Alex Lamas, explica que a ação atende tanto a queixas de cidadãos aos serviço 156 quanto agenda de rotina para prevenção à dengue e eliminação de criadouros do inseto transmissor da doença. “Em 2020, Porto Alegre registra 27 casos importados de dengue, e os mutirões visam a identificar e eliminar possíveis focos de mosquitos, diminuindo o risco de transmissão local na cidade”, diz.

Neste ano, seis mutirões foram realizados em diferentes bairros da cidade. No trabalho desta quarta, com duração de três horas, a equipe vistoriou todo o estádio. Um criadouro, com larvas, foi identificado e eliminado. “Não ficou nada de fora, nem área externa, campo, arquibancadas, nem ginásio”, afirma Lamas.

A ação foi acompanhada pelo gerente de patrimônio do Grêmio, Fernando Radin. Segundo ele, a cada dez dias, é colocada larvicida no fosso do estádio, local propício para o desenvolvimento de mosquitos.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Notícias

Compartilhe esta notícia:

Grêmio oficializa ampliação de férias e marca reapresentação para 2 de maio
Grêmio observa interesse do Porto em Juninho Capixaba; negociação pode gerar lucro de mais de 20 milhões
Deixe seu comentário