Saul Berdichevski: “Claro que seria melhor o título, mas infelizmente não aconteceu. Em 2018, o Grêmio tem condições de manter este grupo e qualificando para continuar dando alegria à torcida”.

O diretor de futebol do Grêmio, Saul Berdichevski, foi entrevistado no programa Grenal Futebol Clube dessa segunda-feira. O dirigente gremista que esteve em Abu Dhabi acompanhando o clube no vice-mundial, fez uma análise do que foi a participação gremista no torneio e abordou assuntos referentes as saídas e renovações de atletas.

A presença da torcida gremista nos Emirados Árabes foi um dos acontecimentos que mais deixaram Saul maravilhado. Para ele a presença dos torcedores foi algo fantástico, pois dava a impressão de que o time estava em casa. No entanto, mesmo com esse apoio, o time gremista foi superado por um a zero pelo Real Madrid. Algo que para Saul não é anormal, já que o Grêmio não confrontou qualquer equipe. Na opinião do dirigente uma derrota para o Real Madrid pode ser esperada por qualquer equipe, inclusive times como o Barcelona e PSG.

Confira a entrevista completa:


 

 

tags: Grêmio

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

D’alessandro: “Aqui não estamos ajudando o D’alessandro, o Inter ou o Grêmio. Estamos ajudando crianças. Instituições que precisam de uma ajuda no natal para tirar o sorriso de uma criança”.
Claudiomiro: “O Geromel é um zagueiro um pouco mais clássico, que não faz muitas faltas e tem uma boa antecipação e tempo de bola. Se completou ao lado do Kannemann, que é um jogador de bastante força e volúpia”.
Deixe seu comentário