Saul Berdichevski: “Claro que seria melhor o título, mas infelizmente não aconteceu. Em 2018, o Grêmio tem condições de manter este grupo e qualificando para continuar dando alegria à torcida”.


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

O diretor de futebol do Grêmio, Saul Berdichevski, foi entrevistado no programa Grenal Futebol Clube dessa segunda-feira. O dirigente gremista que esteve em Abu Dhabi acompanhando o clube no vice-mundial, fez uma análise do que foi a participação gremista no torneio e abordou assuntos referentes as saídas e renovações de atletas.

A presença da torcida gremista nos Emirados Árabes foi um dos acontecimentos que mais deixaram Saul maravilhado. Para ele a presença dos torcedores foi algo fantástico, pois dava a impressão de que o time estava em casa. No entanto, mesmo com esse apoio, o time gremista foi superado por um a zero pelo Real Madrid. Algo que para Saul não é anormal, já que o Grêmio não confrontou qualquer equipe. Na opinião do dirigente uma derrota para o Real Madrid pode ser esperada por qualquer equipe, inclusive times como o Barcelona e PSG.

Confira a entrevista completa:

 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo que viole os termos de uso, denuncie.

4 comentários em “Saul Berdichevski: “Claro que seria melhor o título, mas infelizmente não aconteceu. Em 2018, o Grêmio tem condições de manter este grupo e qualificando para continuar dando alegria à torcida”.

Comentários estão encerrados.