“Saio com as portas abertas”, declara Ricardo Colbachini após desligamento do Inter

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Em entrevista exclusiva à Rádio Grenal, Ricardo Colbachini, falou sobre o seu desligamento do Inter, nesta terça-feira. Após a extinção da equipe sub-23, o time B, o clube também anunciou as saídas do então auxiliar técnico e do auxiliar de preparação física, André Volpe.

“Fui chamado pelo Rodrigo e pelo Alessandro, são dois profissionais que eu tenho uma admiração grande. Falaram que estavam chateados mas que tinham que fazer isso pela quantidade de pessoas na comissão técnica”, explicou o profissional.

Colbachini ainda declarou que sabia da possibilidade de desligamento, mas destacou que deixa o clube de “portas abertas” e vê o episódio como uma transição para começar a trabalhar com treinador de uma equipe profissional: “Tinha bastante gente na comissão técnica permanente. Pode abrir caminho para eu buscar outros objetivos e iniciar minha caminhada como técnico de um time profissional. Minha ideia continuar no profissional, como treinador. E fazer de vez essa transição. Tive na base conquistas em quase todas competições que participei. Uma interrupção tranquila. A gente sempre gostaria de continuar contribuindo. Mas entendo. Saio com as portas abertas.”

Sobre o futuro, o profissional declarou que não recebeu contato de nenhum clube, especialmente do Juventude, que foi especulado como opção: “Não, ainda não. Mas é um grande clube. Acabei saindo hoje à tarde e a partir de agora vamos buscar outras situações.”

 

 

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Entrevistas Especiais

Compartilhe esta notícia:

Em entrevista exclusiva, Douglas Costa relata situação do coronavírus na Itália
Francisco Noveletto fala sobre atual situação do Campeonato Gaúcho
Deixe seu comentário