Romildo Bolzan projeta restante da temporada gremista e afirma: ”Vamos estar seguros em uma posição de protagonistas no futebol brasileiro”

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O presidente gremista Romildo Bolzan Júnior conversou com a Rádio Grenal, na tarde dessa quinta-feira (16). Após a eliminação na Copa do Brasil para o Flamengo, no Maracanã, em dois duelos onde o Grêmio saiu derrotado, o presidente reconheceu a maior organização do time adversário, mas disse que acredita no processo de recuperação do tricolor e espera bons resultados conforme a equipe vem evoluindo. ”Estamos em um processo de recuperação, processo de recuperação consistente. Acho que temos uma situação muito equilibrada, não é a situação ideal mas nos visualiza uma perspectiva de equilíbrio.”, disse.

Em relação a maneira do Grêmio de jogar, em um estilo onde marca mais e se defende, Romildo afirmou que a tendência é a continuidade não só das características de jogo, mas também das características dos jogadores à disposição no elenco. Portanto, a permanência de Felipão deve ser mantida para a próxima temporada, assim como o estilo de jogo implatado pelo técnico.

Ainda sobre as polêmicas envolvendo a presença de público no jogo de quarta-feira (15), no Maracanã, o presidente voltou a criticar a decisão do Flamengo, saindo em defesa da tese defendida de que se não teve torcida na primeira partida, era para manter a mesma ideia no segundo. ”O Flamengo cometeu um ato que me parece soberbo, vamos dizer assim, soberania, ato de uma cultura de clube que não está no âmbito coletivo, de boa convivência entre os clubes.”

E após a partida, o assunto que rodou os bastidores do Grêmio foi a não utilização do meia Campaz, por parte do técnico Felipão. Mesmo após tantas substituições no Maracanã, o camisa 7 do Grêmio não foi opção do treinador e ao ser questionado sobre isso, Romildo garantiu que não há qualquer tipo de problema disciplinar e sim, uma questão técnica.

Uma questão técnica, ele chegou aqui, logo em seguida jogou contra o Flamengo. Chegou e tentou colaborar naquele momento, mas nesse momento ele precisa se adaptar a metodologia, a forma em que atua o Grêmio.’‘, acrescentou o presidente Romildo.

Já sobre Felipão, a presença do técnico dentro do vestiário e a importância da sua figura em um momento de recuperação no Grêmio, Romildo afirmou: ”Felipão tem sido um treinador absolutamente consciente de que a dificuldade existe, colocando isso para os jogadores, que temos que superar isso, passo a passo”. Ainda acrescentou que vê uma capacidade de entrega total e de superação, e vê também, principalmente que há um ambiente propício para superar esse momento.

Antes de encerrar, ao ser perguntando sobre a garantia da permanência do tricolor na série A do Campeonato Brasileiro em 2022, não fugiu da responsabilidade e respondeu: ”Todos os resultados, estatísticas, tudo que vemos em campo, todo o processo que o elenco está passando, posso dizer que nós vamos estar seguros nesse momento em uma posição de protagonistas no futebol brasileiro”.

Após a eliminação na Copa do Brasil, agora o foco volta a ser no Campeonato Brasileiro. A próxima partida será novamente contra o Flamengo, também no Maracanã, dessa vez no domingo (19), às 20h30.

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Diretor jurídico do Grêmio não poupa críticas ao Flamengo: “É um clube que não tem ética”
Grêmio não vence Flamengo há dez jogos
Deixe seu comentário