Romildo Bolzan Jr: “Nossa ideia é ter o novo centroavante até o fim de janeiro.”


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

O Presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr, falou com exclusividade para a Rádio Grenal, na manhã desta quarta-feira (24). O mandatário conversou com os comunicadores Luiz Carlos Reche, Pedro Espinosa, Thiago Rocha e Filipe Kunrath, no programa Futebol Alegria do Povo.

Confira alguns dos principais trechos da entrevista:

Sobre a busca por um centroavante:

“O centroavante é uma mercadoria raríssima no mercado. É preferível ter mais segurança no diagnóstico a comprar errado. O que importa é ter mais informações e mais tranquilidade do que propriamente ter pressa para comprar. Errar é pior do que não comprar. Estamos trabalhando muito fortemente para contratar um centroavante o mais rápido possível. Mas não podemos garantir um prazo. A ideia é finalizar janeiro com o centroavante em casa.”

Sobre o atacante Bland, do San Lorenzo:

“Os parâmetros exigidos pelo San Lorenzo são inatingíveis, principalmente, levando em conta que é um jogador de 28 anos. Pelo valor que estão solicitando, não podemos correr um risco dessa natureza.”

O presidente avaliou os nomes dos atacantes André (Sport), Alecsandro (Coritiba) e Alejandro Silva (Lanús):

“A negociação com André é muito difícil. Particularmente, gosto muito deste atleta, mas não há negociação nenhuma.  O Alecsandro é impossível.  O Alejandro Silva é um jogador que tem o perfil que nos agrada e poderia vestir a camisa do Grêmio. Porém, hoje essa função de atacante de lado já está bem contemplada em nosso plantel.”

Sobre o Henrique Almeida:

“Existe uma situação do Henrique Almeida que tende a ser negociado com outro clube. Mas se não houver a  efetivação de algum negócio, nós podemos reaproveitá-lo sim, pois é um atleta do Grêmio. Se ele mostrar disposição, desempenho pessoal e esportivo para ficar conosco, pode ser ser aproveitado no elenco. Por que não?”

Sobre o novo vice de futebol:

“Eu não acumulo a função de vice de futebol hoje. Eu apenas acompanho o futebol, que hoje está com o Zanotta. Nós já temos um perfil traçado para este cargo, mas não há pressa na definição.”

Perguntado sobre o nome de Alberto Guerra, o presidente fez elogios, mas garantiu que não há nenhuma conversa:

“O Beto (Alberto Guerra) é um grande nome. Seria um prazer contarmos com ele novamente no departamento de futebol. Mas não temos conversa nenhuma e não cabe conjecturar agora. Não há absolutamente nada definido.”

Sobre o interesse dos clubes europeus pelo Arthur:

“O PSG não procurou o Grêmio pelo Arthur. Outros clubes conversam e já sinalizaram proposta, mas não formalizaram. O próprio Barcelona tem contatos de manutenção da conversa iniciada, mas esse jogador não deverá sair do Grêmio nesta janela. Não cabe a mim dizer os nomes dos clubes que sondaram o atleta.”

Sobre o time de transição que está disputando o Campeonato Gaúcho:

“Claro que há uma cobrança pragmática. O time precisa fazer resultados para pontuar. Mas tenho me agradado muito da qualidade técnica desses jogadores. Esse time de transição tem no mínimo seis jogadores com condições de serem importantes no elenco principal do Grêmio, no futuro. Eu estou extremante contente e satisfeito. O time está cumprindo o papel de formação de jogadores com condições de ascenderem ao grupo principal.”

Romildo Bolzan ainda falou que nenhum jogador do Grêmio é inegociável:

“Só tem uma coisa inegociável no Grêmio: A dignidade do clube e sua capacidade de organização.”

Ouça a entrevista na íntegra:

 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo que viole os termos de uso, denuncie.

9 comentários em “Romildo Bolzan Jr: “Nossa ideia é ter o novo centroavante até o fim de janeiro.”

Comentários estão encerrados.