Renato vê Grêmio com possibilidade de virada na Copa do Brasil, mas contesta: “Temos pouquíssimos jogadores que sabem fazer gol”

Foto: Reprodução / GrêmioTV

A final da Copa do Brasil não começou bem para o Grêmio. O tricolor perdeu pelo placar de 1 x 0 em casa e vai com placar adverso tentar buscar a virada em São Paulo, no próximo dia sete, diante do Palmeiras. Após o término da partida, o técnico Renato Portaluppi contestou a arbitragem e falou sobre o que esperava do seu time na partida de ida.

PREPARAÇÃO FÍSICA

Na temporada 2020/21, o Grêmio completará ao todo, contando com o jogo da semana que vem, 74 jogos. O número alto de jogos, tendo o elenco atuado 17 pelo Gauchão e vencido a competição, uma pela Recopa Gaúcha, 38 pelo Brasileirão, 10 da Copa Libetadores e sete da Copa do Brasil até aqui, o técnico Renato Portaluppi falou sobre. “Muita gente fica falando de preparação física mas ninguém vê quantos jogos o Grêmio já fez, quantos jogos o Grêmio já fez, quantas competições”, completou.

“O GRÊMIO FOI PREJUDICADO”

Renato ao longo de sua entrevista, reiterou várias vezes sobre seu posicionamento em relação a arbitragem da partida entre Grêmio e Palmeiras. Para o treinador, o tricolor foi prejudicado após Gustavo Gomez pisar no pé de Pepê dentro da área e o árbitro não assinalar pênalti. “Quero perguntar ao Gaciba, se ele acha que foi pênalti ou não. Acho a arbitragem do Brasil muito boa, mas poderia ser melhor, se utilizassem a ferramenta”, falou o técnico sobre o lance. 

O treinador também falou sobre o lance envolvendo o jogador palmeirense, Raphael Veiga, que gerou o escanteio no qual o Palmeiras abriu o placar. “Eu quero que vocês analisem o gol do Palmeiras, como houve o escanteio, a bola pega no braço do Raphael Veiga”, contestou. Ainda, o treinador reiteirou que gostaria de saber a opinião do chefe de arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, “To cansado de falar sempre a mesma coisa. Queria sinceramente fazer essa pergunta ao Gaciba e ao VAR de hoje”.

JOGO DE VOLTA

Com o jogo no próximo domingo (7), para Renato Portaluppi não tem nada perdido e acredita veementemente no poder de decisão da sua equipe. “Palmeiras tem uma grande equipe, também temos toda condição de chegar lá e vencer eles também”, comparou. O treinador não continuou o assunto, apenas completou, “Não fico lamentando o jogo de hoje, fora o gol. É uma final, tudo pode acontecer”.

EUROPA

Ao longo da coletiva, o treinador gremista falou sobre o mau momento que grandes equipes do futebol mundial estão enfrentando no momento, ligando à situação do Grêmio, “Ontem tava vendo o jogo do Barcelona. O Barcelona ficou 4 jogos sem vencer. Vejo jogos da Europa, clubes que investem bastante, várias equipes jogando mal. Porque o Grêmio é o bam bam bam?“, ressaltou Renato.

ESCOLHA POR PAULO VICTOR

Nos últimos dias fora especulado que Paulo Victor poderia assumir a condição de titular para a decisão, o que realmente aconteceu. Entretanto no gol sofrido, o goleiro acabou espalmando a bola para dentro da própria baliza, o que gerou contestações por parte da torcida tricolor. Sobre a preferência do arqueiro antes de Vanderlei, o técnico tricolor respondeu os motivos de sua escolha, “O Vanderlei é um grande goleiro. Optei pelo Paulo Victor porque toda vez que preciso dele ele foi bem”, explicou.

GRUPO DE JOGADORES

Renato Portaluppi foi perguntado sobre o rendimento do seu grupo de jogadores. Sobre, o treinador respondeu “O grupo que temos, que é muito bom, é esse aqui. É com esse grupo que o Grêmio chegou e com esse que ele vai pro segundo jogo”.

Contudo, o comandante tricolor contestou sobre uma característica carente no seu plantel segundo seu ponto de vista, “O problema do Grêmio é que temos pouquíssimos jogadores que sabem fazer gol. No futebol, é fundamental você ter jogadores que fazem gol. As equipes que investem buscam esse tipo de jogador”.

O Grêmio enfrenta o Palmeiras no próximo domingo (7), às 18h, em São Paulo, no estádio Allianz Parque. Sem gols qualificados, o tricolor precisa vencer o jogo com apenas um gol de diferença para levar a decisão aos pênaltis. Ou, vencer por dois gols de diferença para conquistar o hexacampeonato da Copa do Brasil.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio perde em casa para o Palmeiras e começa a final da Copa do Brasil em desvantagem
Com média de idade de 19 anos, Inter usa elenco sub-20 para estreia no Campeonato Gaúcho
Deixe seu comentário