Renato projeta final do Gauchão e rebate críticas sobre empates no Brasileiro: “Daqui 10 rodadas vamos ver quem é quem”

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Antes da viagem para Caxias do Sul,o técnico gremista Renato Portaluppi respondeu à perguntas da imprensa sobre a partida desta quarta-feira (26) e rebateu as críticas que vem recebendo sobre a sequência de empates no Campeonato Brasileiro.

O técnico gremista destacou o desempenho de sua equipe até o momento e disse que as críticas não entram no seu grupo: “Primeiro que as críticas eu não escuto, não leio, não vejo. Gostaria de perguntar para os gênios, o por quê das críticas. O Grêmio empatou os quatro jogos e todos merecia ter vencido. Três partidas fora de casa. Só pegamos pedreiras neste início do campeonato. O líder do campeonato, o Inter, está a cinco pontos na frente do Inter. O segundo colocado a três pontos, e o terceiro a dois.  Essas criticas vocês tem todo o direito de fazer, mas não entram no grupo. Tenho elogiado e vou continuar elogiando. E está em uma final de campeonato”.

Apesar dos empates em sequência, a equipe de Renato está há 15 jogos sem perder. O técnico se mostrou confiante de que seu time brigará pelo título e citou que já conhece alguns “cavalos paraguaios da competição”. “No Campeonato Brasileiro o Grêmio vai muito bem, obrigado. Estou cheio de ver cavalos paraguaios por aí, todo ano a mesma coisa. Quero ver a reta final, na chegada. Agora não estou preocupado com isso. Críticas podem ser feitas na hora que vocês bem entender, mas não vão entrar aqui. Para o meu grupo é só elogios. Volto a repetir, de cavalo paraguaio, estou cheio. Daqui 10 rodadas vamos ver quem é quem. O meu grupo vai brigar pelo título, pode escrever. Disso não tenho dúvidas alguma. Mas se quiserem criticar com quatro ou cinco rodadas, é o direito de vocês. Pela 15ª, 16ª rodada, voltamos a conversar”, frisou Renato.

Sobre a final de amanhã, Renato deixou claro o respeito gremista pelo Caxias, mas salientou que hoje vê seu time mais preparado que a equipe da serra: “Sempre que um time grande enfrenta um pequeno, se coloca um favoritismo no grande. Mas o Grêmio chegou à final por mérito e o Caxias também. Hoje a minha equipe está bem mais preparada do que no início do ano, quando começamos a treinar. O meu grupo está preparado para ser campeão. Respeitamos o Caxias, mas preparo o meu grupo para ganhar. Podemos não ganhar, mas vamos lutar, brigar, ficar focado e concentrado o tempo todo para darmos mais uma volta olímpica”.

O técnico revelou que Maicon, Robinho, Everton e Victor Ferraz viajariam para Caxias junto com o elenco e lá seria decidido quem iria para a partida. Conforme apurou a reportagem da Rádio Grenal, viajaram para a decisão: Vanderlei, Paulo Victor, Ferraz, Geromel, Braz, Miranda, Rodrigues, Cortez, Darlan, Lucas Silva, Maicon, Matheus Henrique, Robinho, Thiago Neves, Jean Pyerre, Alisson, Pepê, Everton e Isaque.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio sobe a serra para o primeiro jogo da final do Gauchão 2020
Confira as movimentações da primeira partida da final do Gauchão 2020 entre Caxias x Grêmio
Deixe seu comentário