Renato Portaluppi lamenta a morte de Valdir Espinosa

"Perdi meu segundo pai, meu irmão mais velho, meu exemplo, meu grande e fraterno amigo", declarou Renato.

Foto: (Rádio Grenal)

O treinador gremista, Renato Portaluppi, lamentou, através de sua assessoria de imprensa, a morte de Valdir Espinosa, nesta quinta-feira (27), no Rio de Janeiro.

“Hoje o dia amanheceu mais triste. Perdi meu segundo pai, meu irmão mais velho, meu exemplo, meu grande e fraterno amigo. Foi pelas suas mãos que cheguei ao Grêmio e consegui dar para a minha família tudo que sempre quis. Vai ser difícil superar mais essa perda, mas temos de seguir em frente. E tenho certeza que ele sempre estará nos olhando, cuidando e guiando. Vai com Deus meu grande amigo”, declarou Portaluppi.

O Grêmio, em seu site oficial também se manifestou sobre o falecimento de Espinosa.

“O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense informa, com imenso pesar, o falecimento de Valdir Espinosa, um dos maiores técnicos de sua história. Sob o comando de Espinosa o Grêmio abriu as portas do continente e do mundo ao Rio Grande do Sul, conquistando a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes em 1983.

Valdir Espinosa retornou ao Grêmio em 2016, como Coordenador Técnico e participou da conquista do pentacampeonato da Copa do Brasil. Atualmente exercia o cargo de Gerente Técnico do Botafogo.

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense se solidariza com toda a família Espinosa, amigos e torcida nesse momento de dor.”

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Com impasse contratual, Ferreira passa a treinar em separado no Grêmio
Paulo Miranda comemora titularidade e projeta sequência: “Seguir dando conta do recado”
Deixe seu comentário