• Ouça a Rádio Grenal

Renato Portaluppi dá recado ao Flamengo: “O que o Vasco fez, o Grêmio também faz”

Grêmio e Flamengo vão se reencontrar pela última vez em 2019 neste domingo (17), na Arena, quase um mês após o Rubro-Negro eliminar o Tricolor na semifinal da Libertadores. Desde a competição continental, o técnico Renato Portaluppi tem destilado palavras ácidas contra o time carioca. As informações são do jornal O Globo e da Rádio Grenal.

Na entrevista desta sexta-feira (15), após o último treino do Grêmio para partida, o treinador gaúcho usou o empate do Flamengo com o Vasco em 4 a 4, na quarta-feira, em rodada adiantada, para mandar um recado aos comandados de Jorge Jesus.

O Vasco jogou muito bem, foi um grande jogo. Mas o que o Vasco fez, minha equipe também faz. Infelizmente não fizemos no Maracanã, no jogo da Libertadores. No mais, minha equipe vem fazendo. É continuar a fazer o que estamos acostumados a fazer há muito tempo. Entrar focado, concentrado e competir. Essas são as palavras que eu sempre falo para eles. Não é porque o Vasco fez tão bem que minha equipe não faz. Faz sim. Pode ter certeza que o Grêmio é exemplo para muitas equipes do futebol brasileiro”, disse o técnico.

O Flamengo deve entrar em campo com time misto ou totalmente reserva para poupar jogadores para final contra o River Plate, no dia 23 de novembro, em Lima, no Peru. Fora isso, a equipe terá três desfalques importantes por causa de cartões amarelos: Bruno Henrique, Willian Arão e Gerson. Apesar dos desfalques, Renato disse que o Rubro-Negro não pode ficar se lamentando.

O Grêmio jogou sem alguns jogadores na Libertadores. E o Flamengo, com o poder todo que tem, se não tiver dois ou três jogadores, não vai mudar nada. O Flamengo está preparado, da mesma forma que o Grêmio quando perde alguns jogadores. Nos últimos jogos, quase sempre o Grêmio teve esta situação. Eu sempre passo confiança para os jogadores que estiverem jogando. Um clube com o poder do Flamengo não pode ficar lamentando. O grupo deles é bom, quem entrar vai dar conta do recado. O Flamengo tem todo nosso respeito, mas como eles precisam da vitória, nós também precisamos”, disse.

Apesar da última derrota para o Flamengo, Renato desconsiderou qualquer tipo de clima de “revanche”.

Não [há clima de revanche]. Estamos entalados como o nosso próprio desempenho. O Flamengo fez a parte dele. Não temos que ficar ‘ah, o Flamengo’. Nós que infelizmente não estivemos em uma noite que a gente costuma estar. Temos que reconhecer o mérito do adversário. Não tem nada de revanche. É uma partida que tanto Grêmio, quanto o Flamengo, vão jogar para vencer”, declarou o treinador.

Com relação à formação que estará em campo no domingo, Renato fez elogios ao volante Darlan. Ainda sem confirmar a presença do jovem na vaga de Matheus Henrique, o treinador afirmou que o jogador está pronto. “É um jogador do grupo, que tem toda minha confiança. Vem evoluindo bastante, sempre deu conta do recado, quando foi chamado. Pode ser que ele jogue, mas está pronto. É um jogador que agregou muito no grupo do Grêmio, é trabalhador. No domingo está em aberto, ou joga ele ou o Michel.”

 

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Renato Portaluppi elogia Bolsonaro e o convida para assistir a um jogo do Grêmio
Confira o trânsito e o transporte para Grêmio x Flamengo neste domingo na Arena
Deixe seu comentário