Renato explica mudança tática que garantiu a vitória contra a Universidad Católica

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A vitória em casa por 2 a 0 contra a Universidad Católica, trouxe uma sensação de alívio para o Grêmio. Isso porque garantiu a classificação antecipada para a próxima fase da Copa Libertadores. No entanto, o saldo positivo só chegou após algumas mudanças do técnico Renato Portaluppi. Depois de um início ruim no primeiro tempo, o tricolor foi superior na segunda etapa e garantiu a vitória na noite desta terça-feira (29).

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico admitiu que a equipe começou a partida abaixo do esperado, mas destacou suas mudanças durante o intervalo: “Não começamos muito bem, mas isso é normal por estarmos com muitos jogadores novos. Nós estávamos um pouco perdidos porque enfrentamos uma equipe bem treinada. A gente deu espaços pela falta de entrosamento. Então, eu trouxe o time um pouco para trás e não demos mais espaço para eles. Eles jogaram muito tranquilos no primeiro tempo. O gol no início do segundo tempo deu uma tranquilidade maior para nós”.

Renato optou por uma mudança tática, sem substituir peças da equipe. O comandante recuou um pouco mais Matheus Henrique para que Robinho e Darlan pudessem se juntar  à linha de quatro com Alisson e Pepê. Com isso, o tricolor se tornou mais ofensivo e dominou a partida. “Mudei taticamente a equipe no segundo tempo, no 4-1-4-1, recuamos um pouquinho para não dar mais espaços. E sabíamos que teriam que nos agredir, arriscar, porque dependiam muito da vitória”, explicou.

A mudança deu resultado logo no primeiro minuto da segunda etapa. Pepê abriu o placar, e aos 18, o Grêmio conseguiu ampliar com Rodrigues. “Sabíamos que a Católica teria que nos agredir, arriscar, porque precisava da vitória. Fomos bem porque fizemos o gol logo no início do segundo tempo e eles deixaram espaços. A gente continuou se protegendo bem e, em um contra-ataque, conseguimos o segundo gol, que deu uma tranquilidade maior à equipe”.

Com o resultado, o Grêmio chegou a 10 pontos e à liderança do Grupo E da Libertadores e ultrapassou o rival. Na última rodada da fase de grupos, o tricolor encara o América de Cali, no dia 22 de outubro, na Arena.

Mas antes, o desafio fica por conta de mais um clássico Grenal, desta vez pelo Brasileirão.  No sábado, às 17h, na Arena, os gaúchos protagonizam o clássico de número 428, válido pela 13ª rodada do campeonato nacional.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Agora tudo é Grenal: dupla irá protagonizar clássico 428 no Brasileirão
De Tonhão a Rodrigues: como o jovem zagueiro chegou ao gol da vitória gremista contra a Universidad Católica
Deixe seu comentário