Renato dedica vitória a Maradona e evita pensar no jogo da volta: “Vamos esquecer a vantagem no Paraguai”

Técnico gremista usou a camisa da Argentina como homenagem a Diego Maradona

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Na vitória tricolor por 2 a 0 em cima do Guaraní o jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, o técnico Renato Portaluppi chamou atenção. O técnico fez questão de usar a camisa 10 da Argentina durante o jogo, e ainda dedicou a vitória ao amigo Diego Maradona, ídolo argentino que faleceu na última quarta-feira (25).

“Gostaria de homenagear meu grande amigo Maradona. Fiz a homenagem usando a camisa dele, um grande amigo que perdi. O mundo perdeu um gênio, uma lenda, é um dia que estou muito triste. Dedico a vitória ao Dieguito. Todas as vezes em que conversei com ele, foi um grande amigo, tivemos momentos maravilhosos juntos. Que Deus conforte os familiares”, iniciou Renato.

Os dois gols marcados por Jean Pyerre e Pepê trouxeram vantagem para o jogo de volta que acontece na próxima semana. O tricolor pode até perder por um gol de diferença que avança às quartas de final da Libertadores. No entanto, para o técnico, a vitória ficará para trás e o foco volta a ser o Campeonato Brasileiro: “A gente começa a pensar no jogo da volta na quarta-feira. Amanhã (sexta-feira) penso no jogo do Brasileiro, com o Goiás (na segunda), mais uma decisão para a gente. Vamos esquecer a vantagem no Paraguai. Tem mais 90 minutos na volta“.

O técnico explicou a estratégia colocada em campo, principalmente no que diz respeito às bolas longas: “Não só pelos homens altos, mas nós temos jogadores de velocidade também. Muitas vezes buscamos a bola longa para chegar ao ataque. Quando o adversário joga com linha alta sobram espaços para o contra-ataque. Por isso a bola longa é bem-vinda, como aconteceu no primeiro gol. O importante é ter vários tipos de jogadas. O time trabalha a bola e também tem a longa. O grupo está de parabéns pelo resultado conquistado aqui no Paraguai “, disse.

Ainda, o técnico aproveitou para exaltar a equipe e seu trabalho: “Nós temos várias virtudes, mas o mais importante é o ambiente. Eu estou a frente desse grupo, que teve algumas mudanças, mas todos os jogadores que chegam têm a mesma vontade dos que estão aqui. Não tive nenhum problema sequer nestes quatro anos e meio. Todo mundo unido buscando o melhor para o clube. Mesmo nos momentos ruins eu disse que tínhamos que ter calma e a resposta está aí. O Grêmio disputa três competições e está muito bem nas três “.

O elenco gremista folga nesta sexta-feira (27), já que volta a campo na segunda (30)  o Goiás, na Arena, em jogo atrasado da 6ª rodada do Brasileirão. O jogo de volta contra o Guaraní será na quinta-feira (3), também em casa.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Com destaques individuais, Grêmio vence primeiro jogo contra o Guaraní por 2 a 0
Jean Pyerre recebe primeiro troféu de melhor da partida pela Libertadores
Deixe seu comentário