Renato aguarda parada para “liberar” DM e crê em recuperação após a Copa América: ” Volta com força total”


Por: Valéria Possamai,

Com uma lista extensa de baixas, a parada para a disputa da Copa América surge como momento de “alívio” para o Grêmio. Após a derrota para o Bahia, fora de casa, o time que segue na zona de rebaixamento do Brasileirão, espera recuperar seus jogadores para buscar uma virada após a retomada da competição.

Em entrevista coletiva ainda em Salvador, o técnico Renato Portaluppi afirmou que o foco principal do clube é recuperar os jogadores que estão entregues ao Departamento Médico. Walter Kannemann, Paulo Miranda, Bruno Cortez, Alisson e Luan estão em processo de recuperação. Nesta rodada, o capitão Maicon foi preservado da viagem por conta de desgaste.

Além dos atletas lesionados, o time tem desfalques para o restante das duas rodadas por conta de convocação. Ambos titulares, Matheus Henrique Everton,  estão com a Seleção Olímpica e Principal, respectivamente. 

“A parada da Copa América vai ser ruim para algumas equipes que vem bem. Mas para o Grêmio vai ser muito bom. As pessoas gostam de criticar, mas pega seis, sete, oito jogadores importantíssimos e não põem para jogar há vários jogos. Não é sempre que você vai conseguir jogar bem, conseguir as vitórias. A parada vai ser muito boa em primeiro lugar para recuperar os jogadores e depois da Copa América, o Grêmio volta com força total e o Grêmio com força total é o Grêmio”, declarou o comandante gremista.

Após a derrota por 1 a 0 diante do Bahia, o técnico lamentou as chances desperdiçadas, que em sua analise mudariam a história do jogo. Renato manteve o discurso de que seus comandados jogam o mulher futebol do Brasil e que o time vai se reabilitar no torneio nacional. ” O Grêmio classificou na Libertadores e Copa do Brasil, mas não pode jogar bem em todos os jogos. Minha equipe joga o melhor futebol do Brasil. Não é colocar na conta dos jogadores, eu não entro em campo para fazer os gols. Agora, eu tenho que comentar dos gols perdidos, esses gols a gente não pode perder. Se a gente faz os gols, a história é totalmente diferente. Não tem nada de nana neném, de decolar. O Grêmio é muito grande. O Grêmio está em três competições, daqui vai sair dessa situação do Brasileiro, que é normal, e vocês (jornalistas) ainda baterão palmas para o Grêmio na Copa do Brasil, na Libertadores e na reabilitação no Campeonato Brasileiro, é assim que se faz futebol. “

Além do revés, que deixa o time na vice-lanterna com cinco pontos somados, o time ganhou mais uma baixa para a próxima rodada contra o Fortaleza, no sábado. Juninho Capixaba recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso, gerando problemas na lateral-esquerda. Renato confia na recuperação de Bruno Cortez, mas caso o jogador, que ainda está em recuperação, não esteja à disposição, a escalação precisará ter improvisação na posição. Darlan e Michel são opções. ” Temos uma semana ainda. O Cortez já está treinando. Derrepente o Cortez vai estar à disposição, vamos ver as condições. O garoto da base (Kazu) também está machucado. Se o Cortez não estiver, aí tem que improvisar.”

O Grêmio volta a se representar nesta segunda-feira, às 15h30, no CT Luiz Carvalho. O time volta à campo no sábado, às 19h, contra o Fortaleza. O duelo ocorrerá no estádio Centenário, em Caxias do Sul, já que a Arena está cedida ao Comitê da Copa América.

Foto: (Jarbas Oliveira/Divulgação)

 

Comentários

>