Reconstrução? Até 12 jogadores podem deixar o Grêmio para 2022

Diego Souza e Everton Cardoso são jogadores que podem deixar o clube para o ano que vem

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O primeiro objetivo com certeza é a fuga do rebaixamento, mas a diretoria definitivamente já começou a planejar uma pequena parcela do futuro do Grêmio. Após um ano de 2021 decepcionante, peças novas devem chegar, mas principalmente, muitas peças devem sair também.

Entre jogadores que perderam espaço, estão em fim de contrato, ou até foram negociados, podem contabilizar um total de 12 saídas ao fim da temporada. São elas: Rafinha, Victor Ferraz, Paulo Miranda, Ruan, Bruno Cortez, Diogo Barbosa, Jean Pyerre, Everton Cardoso, Luiz Fernando, Léo Pereira, Diego Churín e Diego Souza.

Atletas como Ruan (vendido para o Sassuolo), Victor Ferraz e Luiz Fernando são considerados saídas certas. O primeiro por conta de transferência, os dois seguintes não terão seus contratos renovados pela direção (Ambos perderam espaço no time). Bruno Cortez é outro jogador que deve deixar o clube, mas sem a certeza dos outros três.

Paulo Miranda, Diogo Barbosa, Jean Pyerre, Everton Cardoso e Diego Churín também são jogadores que perderam espaço dentro do elenco. Contudo, ainda estão sob contrato com o tricolor. O Grêmio precisaria arrumar algum time interessado para conseguir negocia-los. 

Rafinha e Diego Souza são jogadores que vem dando resultado e atuando com certa frequência com o técnico Felipão. Porém, por conta de suas idades avançadas (ambos possuem 36 anos), estão sob análise da direção gremista para o ano que vem.

Léo Pereira é o único dessa lista que está emprestado ao Grêmio. Clube precisaria desembolsar cerca de 400 mil reais para ter o jogador em definitivo. Algo impensável levando em conta seu desempenho nesta temporada.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Inter poderá economizar até R$ 2 milhões com saídas de jogadores ao fim da temporada
Vanderson explica surto contra Flamengo na Copa do Brasil
Deixe seu comentário