Rafael Sobis atinge vice-artilharia do Inter em Libertadores


Por: Valéria Possamai,

Os dois gols marcados no empate contra o River Plate, nesta terça-feira, trouxeram novamente à tona o protagonismo que envolve a relação Rafael Sobis, Inter e Libertadores da América. O centroavante, que participou das conquistas de 2006 e 2010, traz consigo novamente em 2017 o espírito de “Senhor Libertadores”.

Ao balançar as redes do Monumental de Nuñez, o número 23 atingiu a marca de 8 gols na disputa do maior torneio das Américas.  Tal feito, o coloca na vice-artilharia entre os nomes que mais marcaram gols com a camisa colorada, ultrapassando as marcas de Fernandão, D’Alessandro e Guiliano, que já anotaram 6 vezes. O ranking dos artilheiros é liderado por Leandro Damião, com 11 gols.

A marca, contudo, é mais um episódio de uma história que já perdura há 184 jogos e 52 gritos de gol.

Centroavante marcou os dois gols do Inter na partida contra o River. Foto:(Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Apesar da experiência do bicampeonato da competição continental, o espírito do Senhor Libertadores em meio a mais uma disputa é de como se fosse a primeira. Aos 32 anos, Sobis já revelou que a disputa da competição o traz ansiedade, como se entrasse em campo pela primeira vez. “É como se fosse a primeira. Ainda mais com esse peso de já ter vencido duas. Existe a ansiedade. Já vivi isso no Inter, em outros clubes. É uma competição diferente. O Inter teve um ano todo passado que fez uma boa temporada, qualificou para esse momento. O sentimento é ótimo, é um momento novo. A expectativa é sempre a melhor possível.”

Com o empate em 2 a 2, o Inter além de já ter garantido a classificação às oitavas de final e a liderança do Grupo A, pode garantir a segunda melhor campanha geral da competição. Para tanto, ainda depende dos resultados de Palmeiras e Libertad. Na pior das hipóteses, ficará com a quarta melhor campanha.

Foto destaque:(Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Comentários