Presidente colorado não concorda com volta de público em estádios do Rio de Janeiro

Foto: Divulgação/ S.C. Internacional

Em conversa com o comunicador da Rádio Grenal Carlos Lacerda, neste sábado (19), o presidente do Inter, Marcelo Medeiros, se manifestou sobre a volta de público aos estádios do Rio de Janeiro. Na visão do demandante e do clube, seria injusto times como Flamengo terem sua torcida nos estádios, enquanto outros não.

A ideia colorada vai de encontro com a de outro clube brasileiro, o Corinthians, que também já se manifestou contrário a esse retorno. Em seu Twitter, o presidente do Timão, André Sanchez, declarou: “O Corinthians só aceita a volta do público aos estádios se todos os times da Série A tiverem a mesma oportunidade, independente do estado ou cidade. Se não forem as mesmas condições para todos, não entraremos em campo”.

Na última quinta-feira (17), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) enviou para o Governo Federal um estudo com proposta de retorno do público aos estádios de futebol. Concomitantemente à iniciativa da CBF com o Governo Federal, a Federação Estadual de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), realizou uma reunião com a Prefeitura e o Governo do Rio com a mesma intenção.

Na última sexta-feira (18), a Prefeitura carioca acabou autorizando a volta do público no Maracanã a partir do mês de outubro. Desta forma, quem jogar por lá receberá o apoio de um terço de torcida que suporta o estádio, cerca de 20 mil pessoas.

Clubes como Inter e Corinthians se posicionaram pois entendem que sairiam em desvantagem, se as equipes cariocas jogassem com torcida, e chegam até a propor não disputar o Campeonato Brasileiro nestes moldes.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Inter enfrenta o Fortaleza nesse sábado
Em seu segundo tropeço consecutivo no Campeonato Brasileiro, Inter perde de 1 a 0 para o Fortaleza
Deixe seu comentário