Premier League propõe redução de salário dos jogadores e estende a paralisação, sem nova data definida

Foto: Twitter Premier League

Após uma reunião por videoconferência na última sexta-feira (3), os 20 clubes da Premier League decidiram  propor aos jogadores um corte de 30% em seus salários. A Liga confirmou a tentativa de acordo coletivo em um comunicado oficial, no qual também apontou que a competição não será retomada no começo de maio, data definida inicialmente para voltar às disputas. Não há um novo prazo definido.

Como em outras clubes do mundo e do Brasil, o objetivo da redução do salário dos atletas é proteger os empregos de funcionários de outras áreas dos clubes. As negociações com o sindicato dos jogadores profissionais da Grã-Bretanha ainda estão em andamento.

Ainda, durante a conversa, foi decidido que será feita uma doação de 20 milhões de libras ao Serviço Nacional de Saúde Inglês, e para as comunidades, famílias e grupos vulneráveis, durante a pandemia da COVID-19. Além dessa doação, os clubes vão desembolsar mais 125 milhões de libras  para os clubes das divisões inferiores do futebol inglês.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Capa Nacional e Internacional

Compartilhe esta notícia:

Olimpíada de Tóquio é adiada para 2021 devido ao coronavírus
Confira os nomes do futebol brasileiro que podem mudar de clube na próxima temporada europeia
Deixe seu comentário