Por desequilíbrio, Grêmio não descarta W.O contra o Flamengo caso tenha público no Maracanã

Flamengo e Grêmio entram em colisão acerca da presença do público na partida de volta pela Copa do Brasil

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

O apito inicial é apenas às 21h30 do dia 15 de setembro, porém, o confronto de volta entre Flamengo x Grêmio pela Copa do Brasil já começou. A grande pauta é o retorno de público no estádio Maracanã, tendo em vista que o evento serviria como um evento-teste. Apesar do Protocolo de Recomendações publicado pela CBF, ambos os clubes entram em discordância pelo fato.

A entidade brasileira divulgou que público em mata-mata aconteceria apenas se tivesse a presença de torcedores nas partidas de ida e volta. Na Arena, os gremistas não puderam acompanhar in loco, em tese, no Maracanã também não poderia ter. Contudo, conforme nota divulgada pelo Flamengo na manhã desta quarta-feira, os cariocas entendem que não cabe à CBF definir isso, tendo em vista que o rugro-negro está respaldado pelas autoridades governamentais.

Porém, conforme orientação do Departamento Jurídico do Grêmio à direção tricolor, foi de que o time não entre em campo caso haja público no próximo dia 15. Informado por Nestor Hein, o diretor respondeu: “CBF será avisada. Ou somos uma Confederação de Futebol ou não somos nada”. Em contrapartida, Marcos Herrmann, vice-presidente do clube, ressaltou não ter nada decidido sobre o assunto. E pontuou: “O que vale para um, tem de valer para o outro, seja na Copa do Brasil, seja no Brasileirão. Senão tem desequilíbrio técnico”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

De saída? Guerrero projeta retorno ao futebol peruano: “Algum dia será realizado”
Homenageado, Maicon se despede do Grêmio e garante retornar um dia: ”Sei que no futuro voltarei a estar aqui”
Deixe seu comentário