Paralisação dos campeonatos em função do coronavírus faz Novo Hamburgo demitir funcionários das categorias de base

Novo Hamburgo sente os efeitos da pandemia e demite funcionários do clube

Foto: Adilson Germann
A @rdgrenal já está no Estádio do Vale em Novo Hamburgo para acompanhar a partida entre o time da casa contra o @scinternacionaloficial ⚽️ Sintonize na frequência FM 95.9 do seu rádio e acompanhe todos os lances do Gauchão, aqui a peleia não para!

Para readequar sua folha salarial à nova realidade financeira, imposta pela paralisação do futebol nacional por conta do coronavírus, a diretoria do Novo Hamburgo demitiu 25 funcionários que atuavam nas categorias de base e escolinha do clube. Por enquanto, a decisão não afeta o futebol profissional, que recebeu férias assim como a maioria dos clubes envolvidos no Campeonato Gaúcho. A previsão é de que as atividades sejam retomadas entre o fim de abril e início de maio. No entanto, a direção faz cálculos para pagar os salários do elenco pelos próximos meses.

Em entrevista exclusiva à Rádio Grenal nesta sexta-feira (16), o presidente do clube diz que existe um certo exagero envolvendo o retorno das competições e lamenta caso a bola volte a rolar no Gauchão de portões fechados. “Eu acredito que há um exagero. Acho que em maio a competição pode ser retomada. Vamos respeitar o que prega a Federação Gaúcha de Futebol. Não temos condições de pagar os contratos agora e só temos a lamentar. Nesse sentido, o Novo Hamburgo será prejudicado novamente, porque teríamos o clássico contra o Aimoré, que também iria muita gente”, explicou, Raul Hartmann.

Diferentemente do Esportivo, primeiro clube do Estado a retomar as atividades, o Noia suspendeu todas as atividades e já calcula um prejuízo mínimo de R$ 500 mil até o retorno à normalidade.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Futebol

Compartilhe esta notícia:

Conmebol decide manter formato das Eliminatórias e encerrar Libertadores dentro de campo
CBF e Clubes concluem primeira fase da venda de direitos internacionais
Deixe seu comentário