Os possíveis adversários do Grêmio na Copa Sul-Americana e seus momentos

O Grêmio é o grande favorito para faturar o título da Copa Sul-Americana 2021

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Classificado para as oitavas de final da Copa Sul-Americana e com a melhor campanha, o Grêmio é o grande favorito para faturar o título da competição continental. Em seu novo formato, o tricolor poderá enfrentar qualquer um dos terceiros colocados nas fases de grupo da Copa Libertadores da América.

SPORTING CRISTAL

Sendo o pior terceiro colocado que se classificou para a Copa Sul-Americana, o Sporting Cristal foi eliminado da Libertadores em um grupo com Racing, São Paulo e Rentistas. Os peruanos conquistaram quatro pontos e ficaram com um saldo negativo de -7. No campeonato nacional são líderes no Grupo B, entretanto, desta lista é o adversário mais fragilizado dentre os demais.

AMÉRICA DE CÁLI

Tradicional time da Colômbia, o América foi eliminado da Copa Libertadores também com quatro pontos, porém, um saldo negativo de -4. Os colombianos ocupam a modesta oitava posição no campeonato nacional. Caso o tricolor enfrente o time do técnico Juan Cruz Real, deve cuidar com os ataques do ponteiro Duván Vergara, velocista destaque dos Los Diablos.

INDEPENDIENTE DEL VALLE

Carrasco tricolor em 2021, o Independiente del Valle eliminou o Grêmio na Copa Libertadores ainda na segunda etapa da fase pré-classificatória. O reencontro é um dos confrontos possíveis após os colombianos serem eliminados com cinco pontos em um grupo com Palmeiras, Defensa y Justícia e Universitário. O time do técnico português, Renato Paiva, o elenco gremista terá de ter cuidado novamente com Faravelli e Christian Ortiz, autores dos gols que culminaram a eliminação gaúcha. No Campeonato Colombiano, o del Valle está na terceira colação, quatro pontos do líder, Emelec.

SANTOS

Único brasileiro da lista, o Santos acabou sendo eliminado no Grupo C, em um grupo com Barcelona de Guayaquil, Boca Juniors e The Strongest. Durante a campanha, o time do litoral paulista teve dois técnicos: Ariel Holan e Fernando Diniz. Somando seis pontos, o clube tenta recuperar sua temporada de 2021 e mesmo em mau momento, por ser um time brasileiro, acaba sendo sempre um adversário complicado para o tricolor. Ademais, o confronto brasileiro reeditaria as quartas de final da Copa Libertadores de 2020, quando o tricolor foi eliminado para o clube santista sendo goleado pelo placar de 4 a 1.

JUNIOR BARRANQUILLA

Os colombianos fizeram sete pontos no Grupo D que contava com Fluminense, River Plate e Santa Fé. Comandado pelo treinador Luis Amaranto Perea, o Junior ocupa a sétima posição, cinco pontos atrás do líder Atlético Nacional. Caso o Grêmio os enfrente, jogará contra Miguel Borja, atacante conhecido no futebol brasileiro por ter atuado no Palmeiras.

NACIONAL

Time uruguaio e tricampeão da Copa Libertadores, o Nacional foi eliminado da competição continental após pontuar apenas oito pontos e obtendo um saldo negativo de -1. O tricolor poderá reencontrar um velho conhecido rival. Trata-se de um dos maiores ídolos do Inter, Andrés Nicolás D’Alessandro, que está atuando no Uruguai. No campeonato nacional, o time jogou apenas uma rodada até aqui e venceu o Progreso pelo placar de 3 a 1.

LDU

Junto do Santos, a LDU talvez seja um dos adversários mais difíceis de se enfrentar. Isso porque o time de Tiago Nunes teria que encarar a altitude de Quito, onde se torna um local muito difícil de se jogar por conta do desgaste físico dos times que atuam no nível do mar. Os equatorianos foram eliminados com 8 pontos e um saldo positivo de dois gols no Grupo G, junto de Flamengo, Vélez Sarsfield e Unión La Calera. No Equatoriano, o time ocupa a sétima posição, estando 10 pontos atrás do líder, Emelec.

DEPORTIVO TÁCHIRA

O clube venezuelano obteve a melhor campanha dentre os terceiros colocados. Entretanto, os nove pontos demonstram ser um número talvez mentiroso, já que, o Táchira viveu altos e baixos no grupo B da Libertadores. Estando junto de Inter, Olímpia e Always Ready, o time do técnico Juan Tolisano foi goleado pelo colorado e pelos paraguaios, assim como massacrou o time os bolívianos pelo placar de 7 a 2. No campeonato nacional são líderes do Grupo A do Venezuelano.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Os possíveis adversários do Inter na Libertadores e seus momentos
Grêmio confirma quatro jogadores com Covid-19
Deixe seu comentário