Os bastidores da recusa de Pinares para entrar em campo contra o Santos

Jogador não entrou em campo na partida contra o Santos, válida pela 34ª rodada do Brasileirão

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

As dúvidas sobre o que aconteceu com o meia gremista César Pinares, na partida contra o Santos, quando não quis entrar em campo, seguem no ar. Na segunda etapa do empate tricolor em 3 a 3 com o Santos, já aos 40 minutos, o auxiliar técnico do Grêmio, Alexandre Mendes, gritou três vezes o nome de  Pinares do banco de reservas. O chileno se recusou e ficou parado onde os suplentes estavam. Após conversar com Renato, o auxiliar chamou Pinares, mas o jogador, que já estava com as meias para baixo e encostado na proteção da Arena, fez o gesto de “não” com o dedo indicador.

Conforme informação divulgada pelo clube e trazida pelo técnico Renato Portaluppi na entrevista coletiva após a partida, o chileno sentiu um desconforto durante o aquecimento e por isso não conseguiu entrar no decorrer do jogo.

“Quanto ao Pinares, ele ficou fora de uma partida que estava com dores musculares, treinos também. De repente ficou com medo de arriscar, não estava com confiança. Mas depois vou conversar com Alexandre o que aconteceu”, disse o técnico.

No entanto, conforme a reportagem da Rádio Grenal apurou, Pinares não apresentou problema muscular nos últimos dias ou no aquecimento da partida contra o Santos. Quando chamado para entrar, simplesmente relatou que não estava bem. Ele saiu rapidamente da Arena após o jogo, não fazendo o trabalho de complemento físico.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Renato diz que faltou malandragem ao Grêmio e admite necessidade de melhora
Tricampeã gaúcha pelo Grêmio, atacante Carlinha deixa os gramados e recebe homenagem
Deixe seu comentário