O Inter realizou um treino fechado antes de embarcar para Minas Gerais

Na manhã desta segunda-feira (5), o técnico Odair Hellmann comandou a última atividade do Internacional na Escola de Educação Física, na Urca, no Rio de Janeiro visando o jogo de quarta contra o Cruzeiro, às 21h30min (de Brasília-DF), no Mineirão, pela primeira partida da semifinal da Copa do Brasil. O treinamento foi realizado com portões fechados para a imprensa.

Sem D´Alessandro, suspenso, o comandante colorado ainda não definiu o seu substituto. Os cotados para a vaga são Nonato e Sarrafiore. Com uma entorse no tornozelo, o volante Rodrigo Lindoso será reavaliado diariamente, mas tem poucas chances de enfrentar os mineiros. A outra alternativa que seria Rodrigo Dourado ainda não está totalmente recuperado de lesão.

Rithley deve ser o escolhido para começar o duelo no meio da semana. A delegação colorada embarcou no fim da tarde desta segunda para Minas Gerais. O último trabalho antes do jogo decisivo ocorre nesta terça-feira (6), às 16h (de Brasília), no CT do Atlético-MG.

Segundo o lateral-direito Bruno, a equipe tem totais condições de fazer um duelo de igual para igual com os mineiros. “Sabemos da dificuldade que será o jogo lá. As duas equipes se conhecem bem. Temos que fazer um bom jogo, acredito que podemos sair com um bom resultado fora de casa”, analisou.

Apesar do Cruzeiro estar brigando para escapar da zona do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, Bruno prevê que o confronto será muito duro para a equipe gaúcha.

“A gente sabe dos problemas que eles têm, mas respeitamos muito. Temos que pensar no nosso grupo e na nossa forma de jogar”, comentou.

Assim o Colorado vai a campo com: Marcelo Lomba, Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel, Rithley, Edenílson, Patrick e Nonato (Sarrafiore), Nico López e Paolo Guerrero. O segundo jogo entre Internacional e Cruzeiro será no dia 4 de setembro, uma quarta-feira, às 21h30min (de Brasília-DF), no Beira-Rio.

Agosto Dourado

Para celebrar o Agosto Dourado, o Beira-Rio foi iluminado com a cor dourada. A campanha abarca todas as ações promotoras de hábitos saudáveis, adequados e oportunos para o bem estar da criança, desde o seu nascimento até os dois anos de vida ou mais. Além disso, a campanha ainda fortalece as redes de apoio à mulher que amamenta – e alimenta – sua criança.

Segundo especialistas, a amamentação exclusiva até os seis meses, sem a oferta de água, por exemplo, previne doenças e reduz a mortalidade infantil. Crianças alimentadas com leite materno até dois anos também desenvolvem, em média, mais inteligência, alcançando, no futuro, maiores escolaridade e renda.

 

Voltar Todas de Esporte

Compartilhe esta notícia:

Antes de sequência decisiva, Grêmio recebe a Chapecoense pelo Brasileirão
Defesa deixa a desejar e Grêmio fica no empate com a Chapecoense pelo Brasileirão
Deixe seu comentário