Após se reeleger para a presidência do Inter, Marcelo Medeiros garantiu a permanência do técnico Odair Hellman para o ano que vem

Com 14.441 votos (93,95%), o advogado Marcelo Medeiros se reelegeu para a presidência do Inter – biênio 2019-2020. Ele concorria contra o oposicionista Luciano Davi, que contou com o apoio de 1.156 sócios (7,41%). Já os brancos totalizaram 157, quanto os nulos somaram 505. O pleito também definiu a renovação de metade da 300 cadeiras do Conselho Deliberativo.

A Chapa 1 – “Paixão, Trabalho e Resultados”, encabeçada por Medeiros, mantém a composição do Conselho de Gestão. João Patrício Herrmann (1º vice-presidente), Alexandre Chaves Barcellos (2º vice-presidente), Humberto Cesar Busnello, (3º vice-presidente) e José de Medeiros Pacheco (4º vice-presidente) completam o colegiado e o vice-presidente Roberto Melo segue no cargo.

Pela primeira vez, os sócios também puderam votar no site oficial do clube e por meio de aplicativo, opções escolhidas pela maioria: dos 16.259 sócios que participaram do pleito, apenas 3.142 deles fizeram a sua escolha de forma presencial. Apesar da maior acessibilidade, a eleição apresentou uma participação abaixo da expectativa (ao menos 20 mil dos 64.372 associados aptos).

“É dar continuidade ao trabalho”, declarou Medeiros após a divulgação do resultado oficial. “A nossa responsabilidade e cobrança vão aumentar, mas a gente está preparado para os desafios. O clube voltou ao seu tamanho e ao cenário com que está acostumado a conviver. Eu me sinto honrado e vou procurar representar cada um desses votos com trabalho e dedicação.”

Paralelamente à Assembleia-Geral Eleitoral, houve também votação entre os conselheiros para alteração estatutária, a fim de adequar o Estatuto à exigências da Lei Federal nº 13.155/2015, referente ao Profut, programa do governo federal que possibilita o refinanciamento de débitos pelos clubes de futebol do País. A reforma foi aprovada por unanimidade dos votantes.

Odair

Menos de 24 horas após a reeleição, a primeira providência de Marcelo Medeiros foi garantir a permanência do técnico Odair Hellmann no comando da comissão técnica do Inter. A renovação do contrato, até 31 de dezembro do ano que vem, foi assinada na manhã desse domingo.

Ele está no cargo desde novembro de 2017, quando assumiu o comando do Colorado nas três últimas rodadas da Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. De volta à Série A neste ano, ele comandou o time em 57 partidas, com 29 vitórias, 16 empates e 12 derrotas (aproveitamento de 60,3%).

A temporada também resultou em um saldo positivo para o clube, na avaliação de seus dirigentes: terceira colocada no Brasileirão, a equipe obteve vaga direta para a fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Formado como atleta e treinador desde as categorias de base do Internacional, Odair Hellmann, o “Papito”, fará 42 anos de idade em janeiro e iniciou a sua trajetória no clube na segunda metade da década de 1990, como jogador (meio-campo), depois auxiliar técnico e treinador interino em mais de uma ocasião.

“Eu fico muito honrado com a continuidade do trabalho e por seguir construindo minha história dentro de um clube do tamanho do Inter”, declarou após a renovação. “Teremos grandes desafios em 2019 e, como foi nesta temporada, ter o torcedor ao nosso lado fará a diferença novamente. Não faltará empenho, trabalho e muita dedicação para termos uma grande temporada”, destacou.

Voltar Todas de Esporte

Compartilhe esta notícia:

Jogadores da dupla Grenal foram escolhidos para integrar a seleção com os melhores do Brasileirão 2018
O time feminino do Grêmio é o novo campeão gaúcho da modalidade. Título foi conquistado com vitória sobre o Inter nos pênaltis
Deixe seu comentário