“O Grêmio vai brilhar mais do que nós”, reitera Felipão em apresentação

Luiz Felipe Scolari, novo treinador do Grêmio, foi apresentado de maneira oficial na manhã desta sexta-feira

Foto: Reprodução / GrêmioTV

De forma oficial e reapresentado ao torcedor tricolor, Luiz Felipe Scolari está de volta ao Grêmio. O treinador retorna a Porto Alegre para fazer sua quarta passagem no clube gaúcho e foi apresentado na manhã desta sexta-feira (09), antecedente ao clássico Grenal 433.

Felipão afirmou não poder dizer detalhadamente a maneira como irá trabalhar para tirar o Grêmio da atual situação na lanterna do Campeonato Brasileiro. Porém prometeu que ele e o grupo de jogadores irão trabalhar para tal feito. Outra situação imposta, foi ao esclarecer que a mudança ocorrerá de maneira gradativa, com calma, já que não é possível “fazer revolução em um dia”. “De peças não tenho como dizer. Até por termos situações de lesões, para fazer determinado sistema. O que temos que fazer e estamos fazendo é a mudança de pensamento, o entendimento que somos um grupo”.

O novo comandate, experiente, comentou já ter detectado um problema na parte psicológica de seus atletas, o que vem sucumbindo aos maus resultados. Com base neste ponto, Felipão tentou amenizar um pouco o peso do clássico Grenal, deste sábado: “Pode dar uma moral diferente, mas valem 3 pontos. Uma vitória contra Ceará, Corinthians, dão 3 pontos. Nós no Sul damos uma importância para o GreNal, mas temos que entender que os outros jogos também são importantes”.

Contudo, em sua coletiva de apresentação, Felipão não deixou de demonstrar o “jeito Luiz Felipe Scolari de ser”: “Nós não travamos ninguém, não queremos ninguém insatisfeito. Somos abertos a diálogos em todos os sentidos. Sabemos como vamos trabalhar daqui pra frente”. E lembrou acerca da sua última passagem no clube gaúcho: “Não esqueçam que em 2014 e 15 nós subimos 17 meninos. Lembro ainda do Dr. Fábio Koff falando que tínhamos um compromisso: de comprar a Arena”.

Gremista declarado e um dos maiores campeões na história do Grêmio, Felipão declarou todo seu amor ao tricolor: “Eu estou em casa, onde me sinto bem”. E frisou: “Será que tem algo tão grande quanto ser gremista e estar dirigindo o Grêmio?”. Scolari, então, seguiu a fala: “Eu tenho amor pelo Grêmio, mas eu também sou pago, sou funcionário do clube. Eu também devo mostrar que isso faz parte do meu trabalho, é uma série de exigências que a direção também tem comigo”.

Diretamente ao torcedor, que está preocupado com o atual momento do time, Felipão prometeu: “O torcedor do Grêmio pode acreditar que eu e a direção estaremos presentes no vestiário. Faremos os jogadores entenderem a cada dia que o Grêmio é grande. O Grêmio vai brilhar mais do que nós”. E respondeu sobre o que imagina para sua equipe: “Eu penso em colocar a melhor equipe para o momento. De acordo também com os jogadores que eu possuo”.

 

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Em busca da vitória: Comentaristas da Rádio Grenal analisam o clássico 433
Banrisul destaca presença no agro nas camisas da Dupla Gre-Nal
Deixe seu comentário