O Grêmio treinou em clima de decisão para o duelo diante do Libertad pela Libertadores


Por: fabriciaalbuquerque,

Em território paraguaio desde o final da tarde de terça-feira (30), o plantel gremista está pronto para o duelo decisivo desta quinta (1º), diante do Libertad, às 21h30min, que vale vaga nas quartas de final da Copa Libertadores da América.

Na tarde quente desta quarta-feira (31), o técnico Renato Portaluppi comandou o último treinamento antes do confronto no Defensores del Chaco. A movimentação ocorreu no campo da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), localizado exatamente em frente ao hotel onde a delegação está concentrada, em Luque, na Região Metropolitana de Assunção.

Os jogadores participaram de um treino físico comandado pelo preparador Rogério Dias e depois disputaram o tradicional recreativo que antecede os jogos. Na sequência, houve trabalho de cobranças de pênaltis.

O zagueiro Geromel, expulso no jogo de ida, chegou a viajar com o grupo, mas foi dispensado no final da manhã para retornar a Porto Alegre para cuidar de assuntos particulares.

A escalação será divulgada apenas antes do início do jogo, mas a tendência é que a equipe entre em campo com Paulo Victor; Leonardo, David Braz, Kannemann e Cortez; Maicon e Matheus Henrique; Everton, Jean Pyerre e Alisson; André.

Após o treino, os laterais Leonardo Gomes e Cortez concederam entrevista coletiva projetando o jogo decisivo de amanhã. Apesar da boa vantagem de 2 a 0 obtida na partida de ida, na Arena, ficou evidente que o grupo mantém os pés no chão e que não existe o clima de “já ganhou”.

Um bom contingente de torcedores acompanhou o treino da tarde. A direção gremista espera que aproximadamente 1200 torcedores gremistas estejam no Defensores del Chaco pra apoiar o Tricolor.

STJD

Após o time do Vasco da Gama pedir a anulação do jogo contra o Grêmio, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, o presidente do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Paulo César Salomão Filho, divulgou a decisão: indeferido.

Na ocasião, o Grêmio ganhou a partida por 2 a 1. O lance polêmico aconteceu na saída de bola para o segundo tempo: Rossi disputou com Matheus Henrique e acabou acertando o rosto do jogador gremista com o braço. Nessa jogada, o time carioca fez um gol, que acabou sendo anulado pelo árbitro Rodolpho Toski Marque, no VAR (árbitro de vídeo)

Em seu despacho, Paulo César Salomão Filho, destacou a falta de condição exigida pelo Código Brasileiro de Justiça Desportiva para a iniciativa da impugnação. Com a decisão, ficou mantida a derrota do Vasco pelo placar de 2 a 1.

Comentários

>