• Ouça a Rádio Grenal

Grêmio perde por 1 a 0 para a Universidad Católica e se complica na Libertadores

Lanterna do Grupo H, o Grêmio precisava vencer o Universidad Católica nesta quinta-feira (4), para não se complicar e ficar sem a classificação na Libertadores. Não foi o que aconteceu. O Tricolor perdeu para o time chileno por 1 na 0, no Chile. O gol foi marcado aos 16 minutos por Sáez.

O técnico Renato Portaluppi optou por iniciar o jogo com Diego Tardelli de centroavante. O Grêmio, como de costume, buscava trocar muitos passes. A primeira chance do jogo foi do Tricolor. Michel, aos seis minutos, arriscou da intermediária e finalizou para fora. A partida se caracterizava pelo toque de bola no meio de campo. O primeiro escanteio só aconteceu aos 13 minutos, a favor do time chileno.

Mesmo sem muitas chances claras e com o Grêmio tendo maior posse de bola, na primeira tentativa a gol, o Universidad Católica marcou. Aos 16 minutos, Magnasco cruzou para Sáez que se antecipou e desviou para o gol.

Com a desvantagem, o Grêmio seguiu com dificuldades. Luan não finalizava e buscava só tocar a bola. Everton era o único que tentava chutar a gol. Em um todo, o time não jogava bem. Aos 30 minutos, o Universidad Católica teve o segundo escanteio do jogo ao seu favor. Logo depois, Puch apareceu livre na área gremista e chutou sem deixar a bola cair, mandando direto pela linha de fundo.

No final do primeiro tempo, o Tricolor ainda teve uma falta. Maicon bateu, mas a cobrança foi para fora. O Grêmio teve mais posse de bola, mas errava muitos passes. A equipe chilena, no primeiro tempo, dominou as ações, criando oportunidades e ameaçando o gol de Paulo Victor.

Sem alterações, na segunda etapa, o Grêmio avançou sobre o campo da Católica, pois precisava da vitória. O acerto técnico ainda estava longe de se concretizar: a equipe não saía do lugar para atacar. O primeiro escanteio da equipe gaúcha veio aos 13 minutos.

Renato percebeu a situação e fez as trocas. Jean Pyerre entrou no lugar de Luan e André no de Tardelli. Logo após as substituições, o Tricolor atacou bem. Aos 20 da segunda etapa, a jogada passou por Jean Pyerre e André, que serviu Cortez. O jogador finalizou bonito, mas o goleiro adversário espalmou. Foi a melhor chance gremista da partida.

Jean Pyerre melhorou o time do Grêmio. Deu mais qualidade no meio-campo, com passes diferenciados. Não contente, Renato fez sua última troca aos 29 minutos. Alisson entrou no lugar de Montoya.

A equipe chilena estava mais apagada, mas aos 32, teve uma boa finalização. Sáez, novamente, levou perigo ao gol de Paulo Victor. Única chance clara do Univesidad Católica no segundo tempo. O Grêmio tentou por alguns minutos, mas, no final da partida, continuava apenas trocando passes. Faltou intensidade. Faltou muita coisa para o Tricolor.

Agora, o time gaúcho precisa “vencer e vencer” na Copa Libertadores da América. Em 9 pontos disputados, conseguiu apenas 1 e é o lanterna do seu grupo.

O próximo desafio do Grêmio é neste domingo (7), na Arena, contra o São Luiz. Será o segundo jogo da semifinal do Gauchão. Na primeira partida, os dois times empataram em 0 a 0, deixando a decisão para o final de semana.

Ficha técnica

Universidad Católica: Matías Dituro, Magnasco, Lanaro, Kuscevic, Cornejo, Fuentes, Luciano Aued, Pinares, José Fuenzalida, Edson Puch (Lobos) e Sebastián Sáez (Riascos). Técnico: Gustavo Quinteros.

Grêmio: Paulo Victor, Geromel, Kannemann, Leonardo, Cortez, Michel, Maicon, Luan (Jean Pyerre), Montoya (Alisson), Everton e Diego Tardelli (André). Técnico: Renato Portaluppi.

Arbitragem: Wilmar Roldán (COL), auxiliado por John León (COL) e Dionisio Ruiz (COL).

Voltar Todas de Esporte

Compartilhe esta notícia:

Confira os melhores momentos do jantar de aniversário em comemoração aos 110 anos de Internacional
Após derrota contra o U. Católica, Renato dá indicativos de mudanças nas peças da equipe
Deixe seu comentário