O duelo dos campeões


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

O próximo jogo que acontecerá no Beira-Rio, amanhã (15), será mais uma celebração do que um confronto. Os dois times vem de conquistas nos seus respectivos estaduais, que se para alguns a tal taça nem precisaria existir, para outros, a vitória regional vale um ponto a mais de confiança para o início do Brasileirão que se aproxima.

Internacional

Se no Humaitá as coisas não anda muito bem, na Padre Cacique deve ter festa após o jogo. Uma festa de despedida, mas que deve dar o reconhecimento ao bom trabalho desempenhado por Alisson enquanto vestiu a camisa vermelha. O técnico Argel, hoje mais confiante e com o elenco nas mãos, pode dizer que fez um bom trabalho até aqui, visto as limitações técnicas e físicas que vem sofrendo com seus jogadores, como o caso de Anderson, que desfalca o time mais uma vez, após sentir dores musculares. Vitinho retorna para seu posto no ataque e Andrigo fica com a responsabilidade de fazer o time jogar.

Provável InterAlisson; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Andrigo e Eduardo Sasha; Vitinho e Aylon

 

Chapecoense

Embalada pela conquista do estadual sobre o Joinville na semana passada, a Chape busca manter a frieza que teve durante o estadual para bater o Inter e largar bem no Brasileirão. O alviverde vem de tropeço fora de casa. Sofreu virada diante do Paraná Club e tem missão difícil se quiser passar a próxima fase da Copa do Brasil. Apesar do placar negativo, o técnico Guto Ferreira mantém a confiança e deve tentar a vitória no Beira-Rio.

Provável Chape: Danilo; Gimenez, Rafael Lima, Thiego e Dener; Josimar, Gil, Cleber Santana, Ananias e Lucas Gomes; Kempes.

Acompanhe

A Rádio Grenal transmite o jogo ao vivo, com narração de Haroldo de Sousa, comentários de Alex Bagé. Reportagem de Matheus D’ávila e Henrique Pereira. Plantão de Gabriel Corrêa

Ficha Técnica

Local: Estádio Beira-Rio.
Horário: 18h;30
Arbitragem: Nielson Nogueira Dias (PE), auxiliado por Bruno Boschilia (PR) e Clovis Amaral da Silva (PE).

Comentários