“O cinto não vai fechar tanto”: Renato deixa ‘recado’ sobre necessidade de reforços para 2020


Por: Valeria Possamai,

*Valéria Possamai

Após a derrota para o Flamengo, neste domingo, o técnico Renato Portaluppi já deixou o recado de que o time precisa reforçar o elenco para a próxima temporada. Ainda sem ter assinado a renovação, o comandante usou a expressão “o cinto não vai fechar tanto”, sobre os investimentos para o próximo ano.

“Sobre minha permanência, não vou falar disso. Eu posso garantir que o cinto não vai se fechar tanto, não. Isso aqui é Grêmio, clube grande. Não vamos abrir o cinto demais, como Flamengo e Palmeiras, mas também não vai se fechar. Se o cinto fechar, pode contratar outro treinador. Não vou ficar brigando pra ficar lá atrás nas competições. Eu nasci pra vencer, e fazer meu grupo vencedor, mas, pra isso, preciso ter as peças também”, declarou Renato em entrevista coletiva.

Diante de mais revés para o rubro-negro, que quebrou a sequência de cinco jogos invictos no Brasileiro, o treinador declarou que o time carioca tem o melhor futebol do Brasil, admitindo a queda no rendimento da equipe tricolor:“O Flamengo vem há horas tendo o melhor futebol do Brasil. O Grêmio caiu um pouquinho nessa parte. Mas temos que levar em consideração o plantel do Flamengo. Pelo investimento e pelo plantel, é, sim, o melhor time do Brasil”.

Renato evitou falar sobre o lance polêmico de pênalti cometido por Léo Moura e que gerou o gol do jogo, mas registrou indignação sobre a aplicação do VAR: “Não venho aqui lamentar se foi pênalti ou não. Vocês sabem que eu não falo da arbitragem, independente do resultado. Chega do cara do VAR apitar. Tem lance duvidoso contra o Grêmio, o cara vai lá no VAR olhar. Se o lance é duvido para o Grêmio, o cara do VAR resolve de lá. A CBF tem que decidir com esse tal do VAR, que eu concordo com ele, sobre o que é pênalti e o que não é pênalti. A regra é para todos. É a única bronca que eu tenho”.

Mesmo com a derrota na Arena, o tricolor permaneceu no G-4, com 56 pontos. O time volta a campo na próxima semana pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Palmeiras, no Allianz Parque, no próximo domingo (24), às 18h (de Brasília).

*estagiária sob supervisão de Marjana Vargas

Comentários

>