“O bom senso indica que o Gauchão não volte”, avalia vice-presidente do Grêmio

Dirigente foi dos membros do Grêmio que testou positivo para o Covid-19

Foto: (Rádio Grenal)

Nesta quinta-feira, uma reunião entre a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) e os clubes irá definir o futuro do Campeonato Gaúcho. Momentaneamente, o estadual esta paralisado. Em entrevista à Rádio Grenal, o vice-presidente Cláudio Oderich declarou que pelo cenário, o entendimento é que a competição siga suspensa.

“Acho que o bom senso indica que o Gauchão não volte, quem saiba terminando a competição somente no ano que vem”, declarou Oderich. O vice-presidente foi um dos casos positivos de Covid-19 diagnosticado no clube.

No momento de paralisação e indefinição no futebol, os clubes já começa a iniciar as tratativas das questões trabalhistas de seus jogadores, envolvendo salário e proposta de férias coletivas: “Grêmio e Inter tem uma credibilidade com seus jogadores, diferentes de outros vários clubes do Brasil. Pois aqui cumprimos os compromissos assumidos. Não tenho a menor dúvida de que o crédito que a dupla Grenal tem com seus atletas vai fazer a diferença. Tudo que ficar acordado a ser pago depois, será pago corretamente.”

O dirigente gremista ainda afirmou que o clube já está planejando ajustes para cumprir os compromissos financeiros: “Vamos cumprir todos os nossos compromissos, todos os nossos acordados. Estamos nos ajustando para isso. Se for preciso, vamos redefinir prazos, vamos redefinir acordos, mas vamos honrar tudo que foi e for tratado”.

A perda de receitas também envolve a avaliação de negociação de jogadores, mas, neste momento, a saída de peças não é prioridade: “Vender atletas seria, claro, bom para ajudar nas finanças, mas queremos contar com eles para a busca de títulos no segundo semestre.”

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Diretor jurídico do Sindicato dos Atletas faz critica postura de alguns dirigentes em negociação: “Estão aproveitando a carona do coronavírus para não pagar suas dívidas”
Grêmio disponibiliza instalações do estádio Vieirão para o combate ao Covid-19
Deixe seu comentário