Nos acréscimos, Grêmio bate o Santos na Arena


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Após dois resultados negativos nas últimas partidas, o Grêmio precisava voltar a vencer para continuar a brigar na parte de cima da tabela. E pela frente tinha o bom time do Santos, que quase complicou a noite gremista. Com dois gols no primeiro tempo, o tricolor abriu a vantagem e viu os paulistas chegarem ao empate na segunda etapa. Contudo, Marcelo Hermes decretou a vitória gremista e pôs o time de Roger na segunda posição do Brasileirão.

 

Primeiro Tempo

O jogo iniciava na Arena e o Grêmio já empurrava o Santos no seu campo. A intensidade que é um dos dogmas de Roger, apareceu e aos 2′ em jogada de Everton pelo lado esquerdo de ataque, o atacante chutou e e o goleiro do Santos espalmou para o meio da área e Giuliano apenas encostou para o gol. Nem bem o Santos havia respirado e lá estava o Grêmio criando novamente outra oportunidade, dessa vez com Thiery cabeceando por cima em cobrança de escanteio, aos 3′.

O tricolor começava o jogo com volume de jogo e abria o placar em cima de um Santos com força máxima. Mas o time paulista logo respondeu. Em cruzamento de Victor Ferraz, que levou perigo a meta de Marcelo Grohe.

Após um início com uma marcação mais alta no time adversário, o time de Roger recuou e cedeu a posse de bola ao Santos. Contudo, não cedia espaços para que os paulistas pudessem fazer jogadas. A marcação em duas linhas de quatro, variando a um 3-5-2, fazendo uma boa movimentação defensiva.

Apesar da maior posse de bola santista, quem chegou ao segundo gol foi o tricolor. Em lance muito parecido ao do primeiro, Everton fez ótima jogada pelo lado esquerdo da área e chutou cruzado. Vanderlei espalmou e dessa vez Douglas foi quem finalizou com força para as redes paulistas.

O Grêmio voltava a jogar um bom futebol, que já há alguns jogos estava apagado. O time de Roger conseguia segurar o Santos e ainda abria dois gols de vantagem, fazendo um bom jogo diante de seu torcedor.

 

Segundo Tempo

As equipe retornavam para o segundo tempo e Dorival Júnior trocava um homem de meio-campo por um atacante. Nisso os paulistas ficavam com maior presença ofensiva e como no primeiro tempo, controlavam mais as ações, com mais posse de bola. O Grêmio se resguardava na defesa e tentava sair nos contra-ataques, principalmente com Everton e Luan.

O Santos partia para o ataque e tentava diminuir a vantagem do Grêmio, principalmente com Gabriel Barbosa, que em jogada pela direita, chutou forte. Grohe espalmou e no rebote, Rafael Thyeri mandou para escanteio. Um minuto depois, Lucas Lima cobrou escanteio da esquerda, Gustavo Henrique desviou no meio do caminho, e Copete, o estreante, mandou para o gol sozinho em mais uma falha da defesa gremista nessa temporada.

Enquanto o Santos crescia na Arena, o Grêmio se encolhia. Roger não conseguia fazer com a equipe jogasse como no primeiro tempo. Quem dominava a posse de bola eram os paulistas, com a subida de seus laterais e maior presença ofensiva. Até que aos 37′, Copete disputou a bola pelo meio, e sobrou para Zeca, que dominou na entrada da área e fuzilou no canto direito sem chances para Marcelo.

Mas o Grêmio era aguerrido e jogava em casa. Roger colocava Guilherme Augusto, atacante da base e o time se lançava ao ataque. E numa roubada de bola de Marcelo no meio de campo, Giuliano fica com a bola e num passe primoroso, deixa o lateral na cara do gol para tocar na saída de Vanderlei. Era decretada a vitória tricolor em um jogo eletrizante na Arena.

Após a vitória de hoje, o tricolor já tem suas atenções voltadas para o final de semana, pois o próximo jogo será no Beira-Rio contra o Inter, em mais um clássico, com transmissão da Rádio Grenal.

Craque Coca-Cola: Everton

 

Ficha Técnica

GRÊMIO 3 x 2 SANTOS

Gols: Giuliano (2min/1°T), Douglas (44min/1°T) e Marcelo Hermes (44min/2°T); Copete (19min/2°T) e Zeca (38min/2°T).

Grêmio (3): Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere (Marcelo Hermes), Fred e Marcelo Oliveira; Walace, Jaílson, Giuliano, Douglas e Everton (Guilherme); Luan (Bobô). Técnico: Roger Machado.

Santos (2): Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique (Yuri) e Zeca; Thiago Maia, Renato (Jean Mota), Lucas Lima e Vitor Bueno (Copete); Gabriel e Rodrigão. Técnico: Dorival Júnior.

Local: Arena do Grêmio. Arbitragem: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO), com Alessandro A. Rocha de Matos (Bahia/Fifa) e Bruno Raphael Pires (GO/Fifa).

Cartões amarelos: Douglas, Edílson e Walace (GRE); Lucas Lima, Yuri e Zeca (SAN).

Público total: 14.865. Renda: R$ 363.345,00.

Comentários