No último jogo do ano válido pelo Brasileirão, Grêmio vence Atlético-GO por 2 a 1

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
A vitória deixou o Tricolor com 45 pontos na tabela de classificação, na 5ª colocação. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

A noite deste domingo (27) foi de Grêmio em campo na Arena, para disputar a última partida deste ano, válida pelo Campeonato Brasileiro. Pensando na decisão das semifinais da Copa do Brasil, diante do São Paulo, na quarta (30), o técnico Renato Portaluppi colocou em campo uma equipe alternativa, que enfrentou e venceu o Atlético-GO por 2 a 1.

Os 45 minutos iniciais foram de superioridade tricolor. O Grêmio conseguiu criar as melhores oportunidades e manter maior posse de bola. Mas o placar só foi aberto na reta final da primeira etapa, aos 43’, depois de um cruzamento de Vanderson, em que Dudu dividiu com Churín na pequena área e mandou contra.

Já o início do segundo tempo foi de pressão goiana, tanto que aos 11’, Ferrareis conseguiu igualar o marcador. Mas aos 16’, o Tricolor voltou a frente – Pinares deu um passe para Diego Churín, que recebeu dentro da área e finalizou, mandando para o fundo da meta. A arbitragem anulou o lance no primeiro momento, por um possível impedimento de Vanderson, fora do lance, mas após revisão do VAR, o segundo gol gremista foi validado.

Com o resultado, o Grêmio soma três pontos na competição, chegando a 45 e ocupando a 5ª posição na tabela de classificação.

Primeiro tempo

Logo nos primeiros segundos, o Tricolor chegou bem com uma jogada de Alisson, que deu um passe para Diego Churín na área, mas o centroavante dividiu com a marcação e a bola saiu a escanteio. Depois da cobrança, a bola foi colocada na pequena área e Ruan desviou de cabeça, obrigando Jean a fazer boa defesa.

O Atlético respondeu também em bola parada. Chico cobrou um escanteio e colocou na marca penal. Vanderlei afastou de soco, com 5 minutos jogados. Dois minutos depois, foi a vez dos gremistas chegarem novamente com um cruzamento da esquerda. Churín desviou de cabeça, mas a bola explodiu na marcação.

Com 10’, da intermediária, Lucas Silva colocou na área, mais à direita, para Paulo Miranda tentar a finalização de cabeça, mas a zaga cortou bem. Respondendo ao ataque gremista, os goianos chegaram com Wellington Rato, que cruzou no campo de defesa tricolor e Ruan conseguiu interceptar a jogada, mandando a bola para escanteio. Depois da cobrança, a zaga fez o corte.

Aos 24’, Diego Churín ganhou de Éder, abriu para Pinares já na área. O meia deu um passe para Ferreira na esquerda, que recebeu em condições e chutou, mas a bola explodiu na marcação e saiu a linha de fundo. Três minutos depois, de longe, Wellington Rato tentou surpreender o goleiro Vanderlei, buscando o ângulo da meta gremista, mas a bola foi para fora. Na sequência, do outro lado, Alisson chutou de fora da área, mas mandou por sobre a meta.

Em nova oportunidade, O Grêmio chegou com Alisson carregando pela direita. O atacante finalizou, a bola voltou para ele, que acionou Pinares. O meia abriu para Ferreira, que soltou uma bomba, por sobre a meta. Logo em seguida, Lucas Silva recebeu, cortou a marcação e chutou rasteiro, mas o goleiro goiano defendeu novamente, aos 41’.

Mas foi aos 43 minutos, que o Grêmio conseguiu ser efetivo e abrir o marcador. Da direita, Vanderson fez um cruzamento na pequena área. Diego Churín dividiu com Dudu, que mandou contra, colocando o Tricolor na frente na contagem.

Segundo tempo

Logo no primeiro minuto, Chico desceu pela esquerda e chutou cruzado, mas Cortez impediu a sequência do lance, cortando a escanteio. Já aos 6’, em uma nova chance adversária, a bola foi colocada no primeiro poste após outro escanteio, mas Churín afastou de cabeça.

Tanto pressionaram que aos 11’, o marcador foi igualado na Arena. Wellington Rato cruzou na cabeça de Ferrareis que, de frente para o gol, mandou para o fundo das redes.

Cinco minutos depois, Pinares deu um passe para Diego Churín, que recebeu dentro da área e finalizou, mandando para o fundo da meta. A arbitragem anulou o lance no primeiro momento, por um possível impedimento de Vanderson, fora do lance, mas após revisão do VAR, o segundo gol gremista foi validado.

Já a resposta adversária veio aos 33’, quando Arnaldo acionou Chico que soltou uma bomba, obrigando grande defesa do arqueiro gremista.

Na reta final, Pepê saiu do campo de defesa pela esquerda, passou pela marcação e cruzou na área. Cortez fez um corta luz e a bola sobrou para Thaciano, que fez o cruzamento, mas a zaga afastou.

Ficha técnica

Grêmio:Vanderlei, Vanderson (Thaciano), Paulo Miranda, Ruan, Bruno Cortez, Darlan, Lucas Silva (Matheus Henrique), Pinares (Everton), Alisson, Ferreira (Pepê), Chrín (Rodrigues). Técnico: Renato Portaluppi.

Atlético-GO:  Jean, Dudu (Arnaldo), Éder, Gilvan (Matheus Vargas), Nicolas, Marlon Freitas, Willian Maranhão (Pereira), Wellington Rato, Gustavo Ferrareis (Danilo Gomes), Chico, Roberson (Janderson). Técnico: Marcelo Cabo.

Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima (MG), auxiliado por Alessandro Alvaro Rocha (BA) e Felipe Alan Costa (MG). VAR (árbitro de vídeo): Emerson de Almeida (MG).

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio x Atlético-GO: escalações, arbitragem e transmissão
Renato valoriza vitória em cima de Atlético-GO, mas chama atenção para calendário apertado: “Único time que não teve sequer uma semana inteira para treinar”
Deixe seu comentário