Neymar e Coutinho ditam ritmo e dão a segunda vitória ao Brasil da era Tite


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

Compacta, ofensiva e com cara de time, a Seleção Brasileira comandada por Tite somou a segunda vitória na noite de hoje (06) após bater a Colômbia por 2×1 em Manaus, pela 8ª rodada das eliminatórias sul americanas. Com a vitória o Brasil subiu da 5ª para a 2ª colocação. O empate entre Venezuela e Argentina contribuíram para a rodada. Os uruguaios golearam os paraguaios por 4×0 e assumiram a liderança,  já o Chile não saiu de um empate com a Bolívia.

 

Primeiro Tempo

Ainda não havia uma gota de suor derramada pelos atletas em campo, e em um escanteio cobrado por Neymar, o zagueiro Miranda subiu mais alto e marcou de cabeça. Estava aberto o placar. Com o gol cedo, o Brasil aproveitou e manteve a posse de bola. Em um dado momento da primeira etapa, a equipe mostrou a cara de Tite, e somou 92% de posse de bola. Com boas chegadas na frente, e muita movimentação, o segundo gol parecia questão de tempo.

Porém, em um descuido na bola parada, o zagueiro Marquinhos, na tentativa de cortar a trajetória da bola, acabou tocando para dentro do gol de Alisson. O 1×1, não contava a real história da primeira etapa. Pode se dizer que era até uma injustiça, daquelas que somente acontecem nos roteiros mais dramáticos que o futebol possa apresentar. Cometendo muitas faltas, e com pouca criatividade e fraca marcação, a Colômbia não conseguia chegar com força e, sequer chutava na direção do gol, mas manteve o placar empatado em 1×1 até o apito final do primeiro tempo.

 

Segundo tempo

 

A etapa complementar,  parecia um outro time do Brasil em campo. Bem marcado, e sem muita chegada na frente, o time parecia sentir falta de um meia armador. Tite, entendeu o recado que a posse de bola do adversário lhe enviava de dentro das quatro linhas, e colocou Philippe Coutinho em campo no lugar de William. Foi o meia do Liverpool entrar e o futebol de Neymar, e do restante da equipe, ressurgiu de uma forma brilhante.

Com toques de qualidade e de primeira, Neymar e Coutinho foram envolvendo os jogadores da seleção colombiana que se perderam na marcação. Giuliano foi outro que entrou e ajudou na construção das jogadas. Em uma jogada de Coutinho, o meia tocou no meio, Giuliano disputou com Cuadrado, porém a bola sobrou nos pés do habilidoso meia do Liverpool, que de primeira encontrou Neymar completamente livre pelo lado esquerdo. Neymar, dominou e invadiu a área e com um chute forte e cruzado colocou a bola no fundo do gol e selou o placar em 2×1.

Daí para a frente, os colombianos sentiram, e não conseguiram mais se impor de forma a disputar, de forma leal, os últimos minutos do jogo. E o Brasil cresceu e controlou o restante da partida até o final. A vitória, colocou o time de Tite na segunda posição das eliminatórias.

Comentários