Na busca por “quebra de tabu”, Inter faz treino com portões fechados antes de encarar a Chape

*Valéria Possamai

Nesta sexta-feira, o técnico Odair Hellmann comandou o último treino antes de encarar a Chapecoense, pela estreia no Campeonato Brasileiro. A atividade realizada no Centro de Treinamentos do Caju, do Athletico-PR, foi com portões fechados, deixando dúvidas na escalação que entra em campo neste sábado às 19h, na Arena Condá.

Para a partida, o time deve ter ao menos duas mudanças com relação a formação que entrou em campo na última quarta-feira, contra o Allianza Lima. Rodrigo Dourado e Paolo Guerrero, lesionados, retornaram para Porto Alegre para tratamento. Keiller também retornou por opção técnica. Assim Roberto, Guilherme Parede e Jonatan Alvez foram incorporados ao grupo que está concentrado em Chapecó.

Após o treino em Curitiba, a delegação rumou à Chapecó, onde vai em busca da quebra de tabu. O colorado nunca venceu a Chapeocense, na Arena Condá, pelo Campeonato Brasileiro. Além disso, a última vitória do Inter contra a Chapecoense, no estádio do Índio Condá, ocorreu em 2008, pela Copa do Brasil.

Para isso, a provável escalação do Inter tem: Marcelo Lomba; Bruno, Roberto, Emerson Santos e Udendel; Rodrigo Lindoso, Nonato, Guilherme Parede, D’Alessandro, Neilton; Rafael Sobis.

Transmissão

Acompanhe a transmissão de Chapecoense e Inter, pela Rádio Grenal, FM 95,9.

*estagiária sob supervisão de Marjana Vargas

Voltar Todas de Esporte

Compartilhe esta notícia:

Renato Gaúcho aprova nova regra do futebol, e jogadores receberão palestra sobre as mudanças no Brasileirão
De olho no Santos na estreia no Brasileirão, o Grêmio trabalhou movimentações de jogo
Deixe seu comentário