Na Argentina, o Inter empatou com o River Plate em 2 a 2 na Libertadores

Já classificados, Internacional e River Plate se enfrentaram, na noite desta terça-feira (7), pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. O Inter virou o jogo, mas acabou sofrendo o empate nos acréscimos: 2 a 2. Com o empate, o Colorado encerrou a primeira etapa da competição sul-americana na liderança da chave A, com 14 pontos.

O técnico Odair Hellmann utilizou uma equipe mista e poupou alguns jogadores, como D’Alessandro, Patrick e Edenílson pendurados, já que a equipe está garantida nas oitavas. Guerrero também esteve fora do jogo. Odair resolveu usar o jogo para testar alternativas. Pelo menos do meio para frente.

A partida iniciou equilibrada e movimentada. As duas equipes pressionavam e tentavam o ataque, porém sem sucesso. A marcação foi o ponto forte das duas equipes.

A primeira finalização foi aos 17 minutos, quando o River Plate tentou pela direita com Mayada. O jogador arriscou de longe, mas Marcelo Lomba defendeu com segurança. Já Ferreira, aos 23 minutos, arriscou na cobrança de falta, mas mandou para fora.

O ponteiro marcava 25 minutos e o Internacional ainda não havia conseguido atacar com qualidade. Isso, pois a equipe colorada estava mais recuada e marcava bem. Quando conseguia o contra-ataque, o River matava a chance de finalização. Mas o jogo era lá e cá.

Aos 28 minutos, o Inter teve a primeira finalização. Lindoso passou para Nico López, que recebeu em velocidade, invadiu a área e finalizou rasteiro, mas Armani salvou.

O River Plate logo reagiu. Pratto recebeu pela direita e finalizou, mas Lomba defendeu. Após algumas pressões, o River foi quem saiu na frente. Palacios deu um toque por cima e deixou Álvarez nas costas da defesa. Ele só teve o trabalho de jogar a bola por cima de Marcelo Lomba.

O time argentino teve outras boas chances, seguindo na busca do segundo gol, jogando com tranquilidade. Já o Internacional estava mais tímido, faltando qualidade na chegada e na finalização. Porém, Rafael Sóbis mudou esta perspectiva. Ele recebeu na intermediária, arriscou de longe e deixou o goleiro Armani sem reação.

O equilíbrio voltou à partida. O Inter criou algumas chances e conseguiu o gol no final do primeiro tempo. Porém, o River Plate finalizou mais e cresceu após fazer seu gol.

Na segunda etapa o jogo continuou movimentado, porém mais a favor do Inter. O time gaúcho bloqueava sua área e saía com mais qualidade, ocupando o ataque e sendo mais ofensivo.

O destaque da partida era Rafael Sóbis. Aos treze minutos, o atacante marcou o segundo dele na partida, mas de pênalti.

O Inter estava mais próximo do terceiro gol do que o River do empate. A equipe de Odair Hellmann continuava finalizando. Aos 20 minutos, Nonato quase fez o dele, porém a bola desviou e quase entrou. Em seguida, Zeca avançou pela direita e soltou a bomba rasteira, mas Armani mandou para escanteio.

A pressão continuava pelo fato de o River Plate deixar espaços para a equipe do Inter jogar. Nico López cruzou pela esquerda e Lindoso finalizou por cima de Armani que furou. O uruguaio pegou a sobra e quase fez gol sem ângulo.

Aos 29 minutos, Odair optou por tirar Rafel Sóbis e colocou Pottker no lugar. Após a troca, o Colorado reduziu o ritmo de jogo. Odair ainda fez mais duas substituições. D’Alessandro entrou no lugar de Nico López. Nonato também saiu para a entrada de Patrick.

O River ainda tentava buscar a vitória e levava perigo a Lomba, que trabalhou bastante no final da partida. Pottker ainda teve uma boa chance aos 46 minutos. Ele correu até a garnde área e chegou cara a cara com Armani. Ele bateu, mas a bola foi para fora.

Logo após a tentativa, Lucas Pratto empatou o jogo nos acréscimos. Álverez cruza, Lomba tentou pegar, mas a bola sobrou nos pés do centroavante.

Ficha técnica

River Plate: Armani, Mayada, Rojas, Lollo, Angileri, Zuculini (Enzo Pérez), Cristian Ferreira (Ignacio Fernández), Palacios (Carrascal), De La Cruz, Júlian Álvarez e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Gallardo.

Internacional: Marcelo Lomba, Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta, Iago, Rodrigo Dourado, Rodrigo Lindoso, Nonato (Patrick), Guilherme Parede, Nico López (D’Alessandro) e Rafael Sóbis (William Pottker). Técnico: Odair Hellmann.

Arbitragem: Piero Maza, auxiliado por Alejandro Molina e Edson Cisternas.

 

 

Voltar Todas de Futebol

Compartilhe esta notícia:

Inter vira jogo, mas cede empate ao River Plate nos acréscimos
Juventude será o adversário do Grêmio nas oitavas de final da Copa do Brasil
Deixe seu comentário