Musto sobre o clássico Grenal e o retorno do Gauchão: “Estamos todos na mesmas condições”

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Após o treino desta segunda-feira (20), o volante Musto concedeu uma entrevista coletiva e falou sobre como vê o clássico desta quarta-feira (22): “Creio que temos que tratar de nos adaptar rápido ao que a partida requer, mostrar a nossa melhor versão e saber que estamos todos nas mesma condições, todas as equipes estiveram paradas. E nós nos preparamos muito bem”

“Creio que é igual para todos. Estamos todos nas mesmas condições. Nós temos que ser rápidos e atentos, independente de como for a partida, e tentar aplicar o que estamos fazendo, a forma de trabalhar que estamos trabalhando desde o início do ano, não há desculpas deste lado“, destacou o volante colorado.

Sobre o clima tenso que envolve o clássico, principalmente após a última partida, em março, pela Copa Libertadores, que acabou com oito expulsões, Musto vê como algo do passado: “Penso que vai ter a tensão de qualquer clássico. Todo Grenal tem uma tensão prévia, sabendo a o quão importante é. Não acredito que o precedente, o que passou no último Grenal, traga alguma bronca extra, ou algo pendente. É um clássico diferente. São partidas únicas do qual temos que ganhar independente da competência do outro”.

Musto possui contrato de empréstimo com o Inter até o fim deste ano. No entanto, o Campeonato Brasileiro deve adentrar 2021. O clube colorado tenta uma negociação para mantê-lo por mais tempo em Porto Alegre. “Sei que estão conversando e estão esperando a situação do Huesca, que termine o campeonato, para conversar tranquilo. Acredito que nas próximas semanas se definirá toda esta situação. Esperamos que se defina da melhor maneira”, contou o argentino.

Parceiro de posição de Musto na defesa colorada, o volante Rodrigo Dourado vem se recuperando de uma lesão e já treina com o grupo. Com a recuperação, os dois devem disputar a posição de primeiro homem do meio de campo. Há ainda um terceiro nome no elenco, o de Rodrigo Lindoso. Mas Musto vê os colegas com bons olhos, principalmente Rodrigo Dourado, com sua recuperação:

“Vê-lo, hoje, realizando trabalho com nós, nos traz muita felicidade. Temos visto ele trabalhar em dois turnos, vemos sua gana e sua força de estar conosco, é um jogador que nos soma muito. Quanto à disputa de posição, é uma felicidade para mim. Cada um vai em busca do seu melhor nível. Trato de estar o melhor possível na parte física, crescer no futebol e ser opção para o técnico quando eles necessitar. A decisão quem toma é o treinador.

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

“A prefeitura não nos procurou para consultar nossos protocolos”, destaca vice de administração do Inter
Seguindo protocolos de retorno do Gauchão, Inter realiza testes PCR em todo plantel
Deixe seu comentário