Marcos Braz rebate críticas à arbitragem feitas por Alessandro Barcellos: ”Tem que ir devagar”

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

As polêmicas envolvendo a arbitragem seguem rodeando a partida entre Inter e Flamengo, que ainda nem ocorreu. As equipes se enfrentam no próximo domingo (21), em jogo válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, em duelo decisivo pelo título da competição nacional.

E já na última rodada, foi quando as polêmicas se deram início. O Inter enfrentou o Vasco, no São Januário, vencendo a partida por 2 a 0. No entanto, no primeiro gol marcado por Rodrigo Dourado, o programa que determina a posição das linhas na imagem do VAR não funcionou, e o lance foi validado pela decisão de campo do árbitro Flávio Rodrigues. O clube vascaíno não ficou satisfeito com a possibilidade de um impedimento.

Já no segundo tempo, quem não ficou satisfeito com a arbitragem foi a equipe colorada. Com um pênalti marcado a favor do Vasco, o zagueiro Victor Cuesta levou o terceiro cartão amarelo e ficará de fora da partida contra o Flamengo. Após a partida, o presidente colorado Alessandro Barcellos veio aos microfones mostrar a inconformidade com a atuação da arbitragem no lance.

”A gente tem o costume de deixar o protagonismo para os atletas, só que essa partida teve elementos extracampo. Quando se tem um pênalti que não existiu, todos viram, reviram, não acharam em nenhum momento, ele (Cano) chuta o chão. O Cuesta ganha o cartão, está fora do próximo jogo. Não sei se está sendo tendenciosa (a arbitragem). A gente tem procurado falar menos, mas chega uma hora que é impossível. Estamos manifestando a nossa preocupação e inconformidade pelo pênalti marcado e o cartão ao Cuesta.”, reclamou Barcellos.

E por hora, o vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz, respondeu, em entrevista coletiva, as críticas feitas por Alessandro Barcellos. E em tom irônico reprovou o que considera “botar pressão para o jogo futuro”.

”Acho que o que o presidente falou lá é até em função de não estar acostumado a chegar nas finais. Se empolgou um pouco. Até porque, ninguém vai chegar e colocar pressão com o maior respeito que temos com o Inter. Não adianta ninguém ficar gritando”, disse.

”A CBF está atenta, o Flamengo está atento… Já passei da fase de ficar discutindo pela imprensa. O que temos que fazer é diferente do que ele está fazendo. Acho que não está acostumado, está empolgado… O time dele está bem, mas tem que ir devagar com a louça o time lá do Sul.’‘, acrescentou Braz.

Flamengo e Inter se enfrentam domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã, pela 37ª rodada do Brasileirão. Com 69 pontos, o colorado lidera a competição e garante o título em caso de vitória, enquanto os cariocas precisam vencer para assumir a ponta para a rodada final.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Luiz Fernando desfalca Grêmio por no mínimo seis semanas
Inter empresta goleiro campeão da Copa São Paulo ao Figueirense
Deixe seu comentário